quinta-feira, 23 de abril de 2020

NOS ÚLTIMOS DIAS: JESUS AOS OLHOS DO LIVRO AOS HEBREUS


INTRODUÇÃO:

1. Nestes últimos dias nossa compreensão de Cristo deve ir além da revelação dos quatro evangelhos.
2. Precisamos saber quem é realmente Jesus para não abrigarmos conceitos distorcidos sobre Ele e Sua obra por nós.
3. Nestes últimos dias carecemos de aprofundarmos nosso conhecimento e relacionamento com o verdadeiro Jesus bíblico? Para isso, contemplemos Jesus pelas lentes do livro aos Hebreus. 

I. JESUS É SUPERIOR A QUAISQUER PROFETAS – Hebreus 1:1-3

1. Qualquer grande profeta do Antigo o do Novo Testamento teve suas limitações, fraquezas e falhas. Embora usados por Deus para transmitir mensagens divinas e verdadeiras, eles não eram divinos e impecáveis.

2. Qualquer dos profetas usados por Deus tinha uma mensagem. Jesus é a mensagem que os profetas proferiram. Ele é o cumprimento de Suas profecias. É o auge da revelação de Deus. O clímax das boas novas. O amor e a redenção em pessoa; Deus feito carne, que habitou entre nós.

3. Qualquer dos profetas era criatura, Jesus é o Criador em forma de criatura. Jesus é Aquele que esteve no princípio. É o sustentador do Universo. Ele Se fez pequeno para auxiliar os pequenos. 

II. JESUS É SUPERIOR AOS ANJOS CELESTIAIS:

Ao se identificar com seres humanos quanto ao sofrimento, Jesus pode acudir a todo aquele que sofre. Isso O preparou e O capacitou para ser “sumo sacerdote misericordioso e fiel”. Assim, Jesus é maior porque foi o único que tornou possível o acesso dos pecadores a Deus.

1. Jesus é superior aos anjos em Sua pessoa e obra (Hebreus 1:4-14): Os anjos adoram a Cristo, pois são criaturas, e Jesus é o Criador. Jesus é Filho de Deus, possuindo a mesma essência do Pai. Ele Se assenta à direita do Pai por ser Criador e Redentor. Embora os anjos sejam abençoados com posição de ministros, Jesus é superior a eles. 

2. Jesus é superior aos anjos em Sua autoridade (Hebreus 2:5-9): O Reino e o mundo são de Cristo, não dos anjos. Tal autoridade é dEle, a qual não é compartilhada com anjos.

3. Jesus é superior aos anjos em Sua perfeita humanidade (Hebreus 2:10-13): Jesus Se fez humano para representar o ser humano perante o Deus do Universo. Ele é a glória de Deus diante de nós e Sua missão visa levar muitos filhos à glória. Anjos não podem representar à humanidade.

4. Jesus é superior aos anjos em Sua conquista sobre o pecado e a morte – (Hebreus 2:14-18): Jesus, com Sua encarnação e Seu ardoroso sacrifício:

a) Tornou nulo e insignificante o poder do diabo sobre a morte.
b) Alcançou a vitória para nós com Sua morte.
c) Libertou das garras da morte aos pecadores. 

III. JESUS É SUPERIOR A QUALQUER LÍDER HUMANO:

1. Jesus é superior a Moisés (Hebreus 3:1-6): O ministério de Moisés simbolizou e profetizou Cristo, além das verdades e das bênçãos que nEle se realizaram; Jesus foi o cumprimento de tudo o que Moisés e Israel almejavam na redenção.

2. Jesus é superior a Josué no descanso oferecido (Hebreus 4:1-8): Jesus é o único que pode dizer: “Vinde a mim, aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e então achareis descanso para vossas almas”. O grande líder Josué que fez o povo entrar na Terra Prometida e achar descanso de suas lutas, apenas apontou para Cristo, que, com Sua mensagem (o evangelho), é a verdadeira fonte de todo descanso.

3. Jesus é superior a Josué na redenção que proporciona (Hebreus 4:9-13): Em Cristo encontra-se paz e satisfação que Josué não pode oferecer aos israelitas. Jesus é o Senhor do sábado, nEle descansamos como Criador e Redentor. Jesus oferece uma paz superior a que o mundo pode dar.

IV.  JESUS É SUPERIOR NO MINISTÉRIO SACERDOTAL:

1. Jesus possui ministério sacerdotal superior ao de Arão (Hebreus 4:14-16): Jesus é...

a) Grande sumo sacerdote, por Sua consumada obra redentora.
b) Grande Sumo Sacerdote, porque Ele é o Filho de Deus.
c) Grande Sumo Sacerdote, porque transforma o trono divino de santo juízo em um trono de graça para pecadores arrependidos. Ali, o frágil pecador encontra contínuo suprimento de misericórdia e graça para auxílio em todo sofrimento.

2. Jesus possui condições superiores às de Arão para ser Sumo Sacerdote (Hebreus 5:1-10): Em comparação com o Sumo Sacerdócio de Arão, Jesus era muito superior, por exemplo: Arão precisava oferecer sacrifício por si mesmo por ser pecador, Jesus não precisava, Ele mesmo era o sacrifício que validava o sacrifício de Arão.

3. Jesus é o supremo sumo sacerdote no verdadeiro santuário do céu (Hebreus 8:1-5): Os sacerdotes terrenos ministraram num santuário que era apenas sombra ou cópia do verdadeiro Santuário no Céu; nesse, só Jesus adentrou para ministrar. Jesus é a realidade do que as ofertas de sacrifício representavam; Jesus é a realidade do que os sacerdotes e Sumos sacerdotes indicavam. 

CONCLUSÃO: O que tudo isso significa para nós hoje?

1. Que temos a Alguém superior a qualquer força, a qualquer sofrimento, a qualquer doença e que qualquer morte; e, que está intercedendo em nosso favor para livrar-nos do pecado e deste mundo destinado à destruição pelo juízo divino.

2. Que temos a Alguém que entende nossa dor, conhece nossas aflições, entende o clamor de nosso coração e pode operar pela nossa redenção, dando-nos o descanso e a paz que não existem em qualquer outro lugar do Universo.

3. Que temos nEle a certeza de um futuro promissor, sendo Ele a nossa segurança em meio à uma sociedade fragilizada pelos estragos do pecado. Ele pode nos erguer a cabeça neste mundo de aflição e dizer que há “uma pátria superior, isto é, a celestial. Por isso, Deus não se envergonha deles, de ser chamado o seu Deus, porquanto lhes preparou uma cidade” (Hebreus 11:16).

APELO:

1. Envolva-se mais com o Cristo bíblico.
2. Enfrente as lutas da vida na poderosa companhia de Jesus.
3. Entregue-se à esperança promovida por Cristo e Sua obra em nosso favor.

Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana