segunda-feira, 20 de novembro de 2017

VANTAGENS PROCEDENTES DO SERVIÇO FIEL A DEUS


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Malaquias 3:13-4:3

1. Vivendo num ambiente permeado pelas agruras resultantes do pecado parece não ter sentido servir a Deus; a prosperidade do ímpio e o sucesso do perverso parecem sufocar os privilégios de ser fiel a Deus.

2. Vivendo entre religiosos hipócritas, em meio a crentes que desonram a Deus professando uma coisa mas fazendo outra, sofrendo injustiças e rejeição até mesmo dentre os cristãos, parece não valer a pena servir a Deus.

3. Vivendo com dificuldades, e grandes desafios para manter viva a fé, parece melhor erguer a voz para questionar se ainda é útil servir a Deus.

a) Parece que o verdadeiro cristianismo está em declínio.
b) Parece que o remanescente fiel diminui em número em vez de aumentar.
c) Parece que a igreja é mais influenciada pelo mundo do que influencia ao mundo.
d) Parece que a obra missionária perde a força com o passar dos dias.
e) Parece que os membros de igreja só são convencidos, mas não convertidos.
f) Parece que os caloteiros, fraudulentos, corruptos, sonegadores, subornadores, adúlteros, desonestos, imorais, perversos, injustos e incrédulos estão prosperando e vivem contentes...
g) Parece que estamos servindo a Deus em vão... não é?

Israel teve coragem e a ousadia para perguntar (Malaquias 3:13-15), e Deus teve a gentileza de responder (Malaquias 3:16-4:3).

I. VANTAGENS NO PRESENTE, NA IGREJA – Malaquias 3:16

1. Os que servem genuína e fielmente a Deus vivem em comunhão uns com os outros, fortalecendo-se mutuamente (v. 16).

2. Os que prezam pela verdadeira espiritualidade são atendidos pelo Senhor. Suas orações não apenas chegam ao céu, mas retornam respondidas para a Terra (v. 16).

3. Os que se lembram do nome do Senhor têm o nome no livro de memórias do Céu (v. 16).

a) Muitos servos de Deus não são reconhecidos nem honrados no mundo, porém, jamais são ignorados ou desprezados no Céu.
b) Muitos que atualmente servem a Deus o fazem no anonimato, mas estão sendo observados pelo Céu, que está atento à vida do fiel.
c) Muitos dos que temem e servem a Deus não possuirão seu nome num livro de história, por mais importantes que sejam seus atos de bravura; entretanto, possuem o privilégio de terem seus nomes no livro memorial do Soberano do Universo. 

II. VANTAGENS NO FUTURO PRÓXIMO, NO DIA DO JUÍZO – Malaquias 3:17-18 

1. Os justos serão considerados tesouro particular e propriedade especial de Deus.

2. Os justos serão poupados com amor e bondade pela misericórdia de Deus quando a ira contra o pecado for manifestada no mundo.

3. Os justos terão a alegria de ver as vantagens, privilégios e recompensas por servirem fielmente a Deus: 

a) Ainda que os servos de Deus não tenham uma maravilhosa experiência neste mundo tomado de trevas pelo pecado, certamente terão muitas alegrias após serem absolvidos no dia do juízo.
b) Ainda que a presente sociedade orgulhosa, corrupta e opressora traga desgostos aos servos de Deus, caso permaneçam fieis terão um futuro maravilhoso, esplendoroso e glorioso.

III. VANTAGENS NA ETERNIDADE, QUANDO A TERRA FOR RESTAURADA APÓS O MILÊNIO – Malaquias 4:1-3

1. Os servos tementes a Deus verão a ruína total dos ímpios, cujo caráter está manchado pela:

a) Soberba: Os orgulhosos, arrogantes e soberbos serão humilhados, derrotados e consumidos.
b) Perversidade: Os perversos, cruéis e ímpios serão queimados como parte inútil dos grãos (palhas secas), em fornalhas ardentes.

2. O remanescente fiel, independente de ser um número pequeno, será:

a) Coberto pela justiça de Cristo, o que iluminará a vida e curará as feridas causadas pelos pecados; esse momento será como um lindo amanhecer de um novo e radiante dia que nunca terá fim.
b) Possuído de alegria exuberante a tal ponto de correr e saltar como bezerros em privilegiada liberdade.

3. Os salvos terão vida eterna, enquanto os ímpios nunca mais existirão (4:3). Pisar às cinzas dos ímpios significa que a mesma Terra em que o fogo a purificará de todos os males, será restaurada para o povo que for fiel no serviço a Deus (ver Apocalipse 20:7-21:8; II Pedro 3:7-14).

CONCLUSÃO:

1. Quem teme ao Senhor e é fiel ao Seu serviço tem valor para Deus que o estima e está atento a tudo o que experimenta durante sua trajetória nesta vida; e, então recompensará a fidelidade quando condenar a impiedade.

a) Aqueles que servem a Deus de forma desinteressada serão recompensados.
b) Aqueles que servem a Deus egoisticamente pensando em tirar vantagens serão decepcionados.
c) Aqueles que não servem a Deus terão o mesmo destino daqueles que O servem incorretamente, por motivos errados.

2. Quem teme a Deus no presente logo verá, no futuro, a inutilidade de ensoberbecer-se, tentar ao Senhor e praticar o mal. Ainda que haja certa riqueza e prosperidade na perversidade, no futuro tudo isso será inútil; certamente o fogo consumirá os impenitentes com toda sua vanglória.

3. Quem teme a Deus na atualidade já experimenta algumas vantagens; contudo, é no futuro que os benefícios serão plenos, abundantes e absolutos. Isso se dará quando Deus erradicar completamente o mal pela raiz.

APELO:

1. Caso você seja fiel a Deus, persevere na fidelidade ainda que tudo neste mundo conspire contra tua fé.
2. Caso você não queira ser fiel no servir a Deus, entenda como será o destino dos que preferem servir ao pecado.
3. Se você ainda não é fiel, mas almeja ser, tome a decisão de servir integramente a Deus ainda que as vozes do perverso, do orgulhoso e do incrédulo pareçam cheias de razão.
Pr. Heber Toth Armí

Postagens mais acessadas nesta semana