terça-feira, 27 de abril de 2010

A PRIMEIRA REVELAÇÃO DE DEUS AO HOMEM

INTRODUÇÃO: Texto principal Gênesis 1:1
  1. Você já parou para pensar qual seria a primeira coisa que Deus gostaria que você soubesse?
  2. Todo o escritor que publica um livro tem em mente que o leitor começará das primeiras páginas do seu livro e, obviamente, terminará nas últimas.
  3. A Bíblia é a Palavra de Deus aos homens e tornou-se o Livro Sagrado; assim Deus gostaria que começássemos lendo Gênesis 1:1, que diz: “No princípio criou Deus, os Céus e a Terra”.
  4. Estas poucas palavras formam a introdução de todo o “Livro de Deus”; portanto, é a primeira revelação de Deus na Bíblia. Mas o que estas palavras tem de tão importantes para servirem de introdução à toda a Bíblia?
I. NA INTRODUÇÃO DA BÍBLIA O LEITOR SE DEPARA COM UM DEUS ETERNO:

Está escrito: “No princípio ... Deus...” (Gênesis 1:1). Esta é a primeira frase que Deus gostaria que soubéssemos antes de qualquer outra coisa. A Bíblia não dá provas científicas de que Deus existe. Somente declara que Deus é! É um fato, não é uma teoria ou uma hipótese!
  1. Onde quer que as pessoas queiram colocar “o princípio” da história do Universo, Deus já estava lá. Ele é antes de tudo, até mesmo do “princípio”. Deus não tem princípio!
  2. Sem a revelação da Palavra de Deus é impossível saber a origem verdadeira da Terra e do Céu, pois só Deus viu como era antes do princípio e quando, onde e como tudo começou.
  3. Deus revelou o que aconteceu no princípio. A Bíblia é a única testemunha ocular do próprio Deus do que aconteceu no começo; se não aceitarmos, cairemos em teorias especulativas inventadas pelo conhecimento limitado do homem.
  4. Deus não precisa de argumentos para existir. A introdução da Bíblia não é uma seqüência de argumentos científicos tentando provar a existência de Deus. Como a Bíblia não discute ou tenta provar a existência de Deus, espera-se que as pessoas sejam honestas consigo mesmas para reconhecerem Sua existência por todas as coisas visíveis que Ele fez.
II. NA INTRODUÇÃO DA BÍBLIA O LEITOR SE DEPARA COM UM DEUS PODEROSO:

Está escrito: “No princípio Deus criou os Céus e a Terra”. O Deus da Bíblia não é uma criação ou invenção da imaginação de uma mente fértil, mas nós e tudo o que há no universo surge da mente do Deus todo-poderoso.
  1. Como Soberano, Deus não somente existe antes de tudo, todavia trás tudo a existência.
  2. O Deus descrito no primeiro livro da Bíblia é o grande Biólogo, Zoólogo, Químico, Físico, Geólogo e Cosmólogo. É o Inventor de um Universo planejado.
  3. Visto que o Criador precede à criação, podemos estar certos de que Sua atividade criativa segue um plano Divino e tem significação. Tudo o que Deus fez tem um propósito nobre e divino. Deus reina sobre tudo, pois tudo é propriedade d’Ele. O Criador é um Deus poderoso!
  4. Tudo o que existe no Céu e na Terra provam que o Deus Criador é um grande Planejador para pensar nas coisas em seu devido lugar. O Criador é estrategista!
III. NA INTRODUÇÃO DA BÍBLIA O LEITOR SE DEPARA COM UMA ESCOLHA A FAZER:

Depois de ler que Deus é Eterno, Criador, Poderoso, Idealizador e Soberano só restam duas alternativas, da qual você precisa se posicionar unicamente em uma delas: ‘Ou você crê que realmente Deus criou os Céus e a Terra, ou crê que Ele não criou’.
  1. Quem duvidar da primeira revelação de Deus terá dificuldades para acreditar nas revelações posteriores descritas na Bíblia.
  2. Crer em Deus como o Criador é o primeiro passo para a compreensão da Bíblia e do plano de Deus à humanidade.
  3. Sem a revelação da Palavra de Deus é impossível saber a origem de tudo. Quem duvidar da revelação sobre a origem também terá dúvidas quanto ao fim revelado na Bíblia.
  4. Pode-se afirmar que o texto mais importante da Bíblia é Gênesis 1:1. Desse texto e de tudo o que nele está implícito, parte do que cremos como cristãos. Nenhum de nossos ensinos básicos faria sentido sem a idéia expressa nesse verso introdutório.

CONCLUSÃO – Ler Hebreus 11:3

  1. O ponto de partida para o cristianismo não é Mateus 1:1, mas Gênesis 1:1: Ocupe-se com o livro de Gênesis e encontrarás a própria fundação do cristianismo. Onde estão baseadas tuas convicções?
  2. O ponto de partida para o cristianismo não é Mateus 1:1, mas Gênesis 1:1: O que se crê sobre a origem do universo determina o que se crê sobre o modo de vida e o destino humano. Em que você acredita?
  3. O ponto de partida para o cristianismo não é Mateus 1:1, mas Gênesis 1:1: Se Deus não é o Criador que fez o Céu e a Terra, Jesus não poder ser o nosso Salvador. Qual é teu destino final? Vida eterna em Cristo Jesus?
  4. Antes de aceitar Mateus 1:1 a humanidade deve aceitar Gênesis 1:1. Você aceita?

Pr. Heber Toth Armí


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana