quarta-feira, 30 de outubro de 2019

LIÇÕES DE ZOROBABEL: APRENDENDO A LIDAR COM DESAFIOS


INTRODUÇÃO: 

1. Quem foi Zorobabel?

a) Zorobabel era descendente de Davi: Ele era filho de Pedaías, neto de Jeconias, bisneto de Jeoiaquim, trineto do rei Josias... descendente de Davi (I Crônicas 3:9-20).

b) Zorobabel pode não ter sido filho biológico de Sealtiel. Embora em Esdras 3:2, 8, e em Neemias 12:1 e também em Ageu 1:1, 12, 14; 2:2, 23 o encontramos como filho de Sealtiel, provavelmente ele era sobrinho e não filho. A explicação para isso está na lei do Levirato, a qual orientava que o cunhado da mulher que ficara viúva deveria casar-se para gerar filho para o irmão falecido (Deuteronômio 25:5-10), neste caso, Pedaías.

c) Zorobabel era da linhagem do Messias: Como membro da monarquia de Davi, fez parte da linha direta da genealogia de Jesus Cristo (Mateus 1:12-16; Lucas 3:27).

d)Zorobabel provavelmente seja o mesmo que Sesbazar (Esdras 1:8-11; 5:14-16): porque, referindo-se aos dois nomes, 

· ambos possuíam o mesmo título: Governador (Esdras 5:14; Ageu 1:1; 2:2).
· ambos lideraram os exilados de volta a Jerusalém (Esdras 1:11; 2:2; 4:2; Neemias 12:1).
· ambos supervisionaram o lançamento do fundamento do novo Templo em Jerusalém após o exílio (Esdras 3:8; 5:16).
· ambos eram príncipes de Judá (Esdras 1:8; 1 Crônicas 3:19).

2. O que fez Zorobabel?

a) Zorobabel liderou o primeiro grupo de judeus do exílio babilónico de volta à Terra Prometida. Contando com auxílio de Josua e outros líderes do povo, ele conduziu o povo de Deus de volta à sua pátria em 538 a.C. (Esdras 2:1-2).

b) Zorobabel reconstruiu o templo de Salomão a fim de que continuasse as cerimônias religiosas interrompidas pelo exílio. Assim que chegou com o grupo dos libertos, levantaram um altar, restauraram as festas e as atividades dos levitas (Esdras 3:1-11) e, então, lançaram os alicerces da Casa do Senhor (Esdras 3:11).

c) Zorobabel participou da inauguração do templo que ficou conhecido com seu nome. Com muitas dificuldades, desafios e oposição, o novo templo foi inaugurado  em 515 a.C. (Esdras 5:1-2; Zacarias 4:8-9).

3. O que podemos aprender com Zorobabel?

a) Há muitas lições importantes que podemos aprender com Zorobabel assim que aprofundarmos mais no relato inspirado relacionado a ele.

b) Há variadas aplicações dos relatos sagrados para nossa vida corrida, desafiadora e opressora destes últimos dias da história do mundo. 

I. O BOM LÍDER ACEITA VIVER OS PLANOS DE DEUS PARA SEU POVO APESAR DOS DESAFIOS:

A profecia de Jeremias havia chegado ao fim. Os 70 anos de cativeiro já haviam encerrado (Jeremias 25:11-12; 29:10). Os judeus ficaram exilados na Babilônia de 606/605 a.C. a 537/536 a.C. Deus já havia trabalhado para que Ciro, rei da Pérsia, se tornasse o instrumento que permitiria o retorno dos exilados (Isaías 44:27-45:1). Agora Zorobabel, o príncipe/governador de Judá, aceita a missão especial de conduzir o primeiro grupo de regresso à Terra dada por Deus. Esse era o plano de Deus; e, Zorobabel, cujo nome significa, semente de Babel, respondeu positivamente à missão de liderar o povo de volta a Jerusalém. Com isso aprendemos que:

1. Ao estudarmos profecias e mensagens bíblicas será possível perceber o que Deus está operando no mundo, e, ao perceber nossa função, poderemos cooperar com Ele.

2. Ao conhecermos as profecias entenderemos melhor que Deus tem em Suas poderosas mãos o controle da história e cuida de nosso Planeta; assim, poderemos nos sentir seguros estando comprometidos com Ele.

3. Ao identificarmos nossa missão ao lado de Deus, poderemos reconhecer que temos um trabalho nobre a fazer com excelência, não com negligência; com responsabilidade, não de qualquer jeito.

a) Somos responsáveis individualmente por nossas decisões diante de Deus.
b) Podemos nos sentir incapazes e insignificantes diante da missão divina, mas devemos ter a certeza que Deus opera poderosamente em nós.
c) Não importa onde estamos, onde nascemos, ou o significado de nosso nome, se estamos com o Deus todo-poderoso e onisciente seguiremos sempre em frente.

II. O BOM LÍDER PRECISA DE ORIENTAÇÃO E INCENTIVO DIANTE DOS DESAFIOS DA VIDA:

Embora Zorobabel estivesse fazendo a vontade de Deus na Terra, seus desafios foram grandes e, as oposições, foram medonhas. Como todo ser humano, Zorobabel se esforçou, mas se cansou, desanimou, sentiu sua pequenez e fraqueza diante da missão. Parecia que tudo dava errado, o povo estava desanimado, os inimigos surgiam de todos os lados, as colheitas eram escassas, faltava poder militar preparado para uma guerra, a economia era instável, e, a religião não era prioridade da população. Então, mesmo após a libertação operada miraculosamente por Deus, mesmo após receber de volta os utensílios do templo (Esdras 5:13-15) e mesmo após um início magnífico, os desafios fizeram com que Zorobabel e o povo abandonassem a obra por 16 anos (Esdras 4:1-5, 24). Mas, Deus não desiste até mesmo de quem desiste de confiar nEle: 

1. Deus envia pessoas para motivar Seus servos quando estão desanimados: Para Zorobabel, Deus colocou perante Ele dois profetas: Ageu e Zacarias (Esdras 5:1-2).

2. Deus envia mensagens poderosas e específicas àqueles que perdem a motivação diante de grandes desafios e fortes oposições:

a) Deus informa que está presente no cumprimento da missão (Ageu 1:13); isso é importante quando os inimigos nos ameaçam e intimidam; e, os desafios nos fazem desistir.

b) Deus desperta e fortalece aos fracos medrosos (Ageu 1:14), isso é importante quando nossas forças, habilidades e disposição chegam ao limite.

c) Deus anima aos desanimados com Seu Espírito, e garante a vitória frente ao aparente fracasso com aparente impossibilidade de sucesso (Zacarias 4:6-9).

d) Deus promete usar Seu poder para que Seus instrumentos cumpram a missão divina sobrenaturalmente nessa Terra (Ageu 2:21-23).

III. O BOM LÍDER MOTIVADO POR MENSAGENS DIVINAS CONCLUI A MISSÃO DADA POR DEUS:

Por causa das mensagens divinas através dos profetas Ageu e Zacarias, a construção do templo, estagnada por 16 anos, foi recomeçada e concluída. O encorajamento recebido de Deus motivou a Zorobabel e ao povo a tal ponto de terminarem a obra em 5 anos (Esdras 6:14-18).

1. Com encorajamento de Deus, todos podem concluir até missões que, ao serem executadas, diversas formas de oposição e desafios se levantam para atrapalhar.

2. Com orientação e motivação provenientes do próprio Deus através de Seus mensageiros, ainda que a missão seja grande e os desafios intransponíveis, é possível avançar até concluir o que Ele espera de nós.

3. Com mensagens deixadas por Deus em Sua Palavra, confiando no poder de Cristo e dependendo do Espírito Santo, a recompensa vem para todo dedicado trabalhador na obra do Senhor.

CONCLUSÃO: 

1. Deus olha com carinho e atenção para cada pessoa que decide colaborar com Seus planos, se dispõe para avançar apesar dos obstáculos e permanece dedicado em cumprir a missão que Ele nos outorgou.

2. Deus está atento, sabe que somos fracos, entende nossos temores e conhece nossas limitações; por isso, Ele provê tudo o que precisamos, inclusive motivação e fortalecimento físico, mental e espiritual para cumprirmos qualquer missão que Ele nos dá.

3. Deus nos dá Sua Palavra, fornece Seu Espírito e habilita-nos com Sua graça a fim de nos utilizar para Suas grandiosas obras aqui neste mundo dominado pelos principados, as potestades, os poderes deste mundo tenebroso e as forças espirituais da maldade (Efésios 6:10-12).

APELO:

1. Não permita que a preocupação com os desafios seja tanta a tal ponto de os resultados serem tão catastróficos e você não consiga mais confiar em Deus.

2. Não permita que a ameaça e o medo alimentem as tuas decisões e te impeçam de seguir em frente na missão que Deus te confiou.

3. Não permita que os problemas te afastem de Deus a tal ponto de que os obstáculos pareçam cada vez maiores que o Deus todo-poderoso que opera para nos dar a vitória em qualquer situação. 

Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana