segunda-feira, 9 de setembro de 2019

O PERIGO DE BUSCAR SUCESSO INDEPENDENTE DE DEUS


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Isaías 22:15-21

1. Jamais devemos desconsiderar Deus em nossos projetos de vida. Ele sabe o que nós realmente precisamos.
2. Jamais devemos desprezar àquele que é Senhor do tempo, do mundo e do Universo. Ele informa o rumo da história aos seres humanos.
3. Jamais devemos depreciar a revelação de Deus em nossos planos de ação. Ele é a razão de nossa existência.

a) Sebna é o retrato do administrador egoísta, do gerente infiel, e do mordomo aproveitador, que age sempre visando lucro pessoal em detrimento do povo em que administra.
b) Sebna é símbolo de políticos interesseiros e governadores gananciosos que trabalham apenas para buscar honras para si mesmos.
c) Sebna é a representação daqueles que recebem oportunidades e cargos importantes, porém não cumprem fielmente com o propósito pelo qual foram nomeados – agem independentes de Deus.

I. DEUS PERCEBE O EGOÍSMO DO INDIVÍDUO QUE É AMBICIOSO EMPREENDEDOR – Isaías 22:15

O profeta Isaías recebe ordem de Deus para se encontrar com Sebna. Deus conhece as pessoas por nome. Também conhece a profissão de cada indivíduo. “Vai ter com esse administrador..., o mordomo”. Deus está atento a tudo. Sabe que Sebna ocupava uma posição de honra, que era um grande oficial na corte, abaixo apenas do rei Ezequias. Do versículo 15 destaco os seguintes ensinamentos: 

1. Não importa quão importante você seja ou o cargo elevado que ocupa, Deus sempre estará acima de você.
2. Não importa o quanto você possa subir na vida, ninguém jamais conseguirá ocupar o lugar de Deus.
3. Não importa quão ambiciosa, gananciosa e egoísta seja uma pessoa, Deus fará alguma coisa para alertar do perigo de prosseguir nesse caminho.

II. DEUS JULGA E REVELA SUAS ANÁLISES ANTES DE EXECUTAR QUALQUER AÇÃO – Isaías 22:16-19

Antes de apresentar o que Deus fará a Sebna, o profeta lhe faz algumas perguntas retóricas objetivando chamar a atenção do réu que estava sendo julgado pelo Juiz do Céu. Deus é misericordioso até com pessoas desprovidas de misericórdia; mesmo assim, há um limite. O texto nos brinda com as seguintes verdades:

1. O orgulho impede que o indivíduo se renda às perguntas exortativas que Deus faz tentando salvar aos perdidos no seu egoísmo. Sebna não respondeu nenhuma pergunta do profeta de Deus.

2. O orgulho não reage positivamente nem mesmo frente a uma revelação chocante de Deus. Por isso, evidentemente, nenhum orgulhoso estará verdadeiramente habilitado para assumir um cargo importante. Consequentemente, percebemos que: 

a) Deus lança o orgulhoso fora de seu posto: Sebna perde seu posto para Eliaquim. Em Isaías 36:3 apresenta o cumprimento desta parte da profecia. Sebna se tornou escrivão, e Eliaquim, mordomo, substituindo-o. Deus mesmo derrubou Sebna de seu cargo, ninguém puxou seu tapete (v. 19).

b) Deus humilhará àqueles que se exaltam: Sebna erguia um monumento para si quando a nação estava em declínio, ele preparava seu futuro visando honrar e exaltar seu nome. Contudo, ele seria levado cativo como uma bola rolando em situação humilhante. Deus mesmo faria isso através de Babilônia (vs. 17-18).

c) Deus põe limites aos ambiciosos sonhos egoístas de um indivíduo que deveria cuidar do povo: Sebna construiu uma sepultura pomposa para si como se fosse rei quando o reino de Judá estava em declínio evidente (vs. 1-14). Sebna estava desviando dinheiro para aplicar em seus próprios interesses, certamente Deus o desviaria de seus objetivos e planos arrojados. Em vez de uma sepultura pomposa e gloriosa, Sebna morreria no exílio, bem diferente do que planejou (v. 18).

3. O orgulho não se rende a Deus mesmo diante de uma revelação tão clara do destino provido por este pecado. O fim do orgulhoso é a desgraça, a humilhação e a vergonha; porém, nem mesmo sabendo disso, o orgulhoso abre mão desse veneno horroroso.

III. DEUS RETIRA DO CARGO ÀQUELE QUE NÃO SE PREOCUPA EM FAZER O CERTO, E COLOCA OUTRA PESSOA NO LUGAR – Isaías 22:20-21

Sebna não morreria no cargo importante que ocupava, nem seria colocado na esplendorosa tumba que havia construído; seus planos seriam dissipados por Deus e o próprio Deus colocaria Eliaquim em seu elevado cargo administrativo. Os planos de Deus prevalecem mesmo em face daqueles que acham que podem traçar seu próprio destino como se fossem donos do tempo e da história. 

1. Deus sempre encontra alguém para substituir àqueles que não são responsáveis em sua posição diante do povo. O orgulhoso, vaidoso, egoísta e ganancioso não representa a Deus; pelo contrário, é um inimigo dEle entre Seu povo. Então, Deus mesmo o retira e chama outro para ocupar seu lugar.

2. Deus sempre tem alguém humilde preparado para ocupar o lugar do arrogante, ambicioso e orgulhoso. É Deus quem exalta aos humildes. Os humildes não precisam de que alguém os indique para cargos importantes. O próprio Deus se encarrega disso. O humilde não precisa se promover, pois Deus o promove. Deus honra aqueles que O honram.

3. Deus está no controle mesmo quando parece que os corruptos estão conseguindo tudo o que querem. Por mais forte que fosse Sebna (v. 17), Deus chamaria o Eliaquim, colocaria nele a túnica e o cinto de Sebna e, transferiria o domínio de Sebna para ele (v. 21).

a) Eliaquim é o retrato de líderes e administradores que são amorosos, atenciosos e provedores como um pai.
b) Eliaquim é símbolo daqueles que não beneficiam a si mesmos, pois sua atenção visa atender ao povo que está sob sua administração.
c) Eliaquim representa àqueles administradores que fazem a diferença, se preocupando com os fracos, e amparam aos que precisam de ajuda.

CONCLUSÃO E APELO: 

1. A pessoa que aproveita dos outros para construir seu nome, explora seu cargo elevado para tirar vantagens, e age orgulhosamente, precisa abrir os olhos para perceber que aquilo que parece sucesso, honra e glória resultará em fracasso, vergonha e humilhação. Deus não quer homens como Sebna em cargos importantes; Ele quer pessoas como Eliaquim.

2. A pessoa que é diligente nas pequenas coisas, e dedicado nos cargos mais baixos, estão sendo observados por Deus e a Seu tempo Deus a exaltará; ainda que para isso terá de humilhar os soberbos, vaidosos e avarentos. Não é sábio colocar nossos interesses acima da missão que Deus tem para nós. Lembre-se que agir independente de Deus resulta num futuro deprimente!

3. A pessoa que não serve humildemente a Deus dificilmente terá seus sonhos executados, além de não perceber que seus planos de sucesso é o caminho do fracasso; por outro lado, os humildes serão surpreendidos com a concretização dos planos de Deus para sua vida. Quem é você nessa história: Sebna ou Eliaquim?

Pr. Heber Toth Armí

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

AS FACES DO CHAMADO DIVINO NAS CARTAS DE PEDRO

 

INTRODUÇÃO:

1. O cristianismo é mais que uma mera religião, mais que uma simples filosofia espiritual e mais que meras crenças em doutrinas teóricas. Cristianismo é um nobre chamado para uma radical mudança de vida e de paradigmas.
2. O cristianismo é mais que um mero convite para seguir a Cristo, mais que meras frases cristãs em camisetas e mais que ter o nome no rol de membros da igreja. Cristianismo é viver como Cristo viveu independente da situação.
3. O cristianismo é um chamado para ir além de um mero estilo de vida; é uma convocação para viver acima das práticas mundanas, conforme os princípios do Céu, como estrangeiro aguardando a verdadeira herança na glória, na companhia eterna de Cristo Jesus.

I. DEUS TE CHAMOU DAS TREVAS PARA A SUA MARAVILHOSA LUZ – I Pedro 2:9-10

1. Você foi escolhido por Deus, não para ficar se achando importante, melhor que os demais ou superior em alguma coisa, mas para anunciar os atos poderosos de Deus no mundo através de Jesus, o qual deu Sua vida na cruz por toda a humanidade.
2. Você foi escolhido por Deus, não para avivar tua vaidade ou inflar teu orgulho, mas a fim de proclamardes as virtudes (excelências) dAquele que te chamou das trevas espirituais do pecado para a maravilhosa luz de Jesus.
3. Você foi escolhido por Deus, tirado das trevas do pecado, não para cruzar os braços e ficar indiferente aos perdidos, preso a quatro paredes de um templo, mas para contar a todos quanta diferença Cristo fez e faz em tua vida diariamente.

II. DEUS TE CHAMOU PARA VIVER COMO CRISTO EM UM MUNDO HOSTIL – I Pedro 2:21-25

1. Você foi alcançado por Cristo para viver de forma diferente dos incrédulos e descrentes; para isso, Jesus levou teus pecados em Seu corpo e agora, és chamado a morrer para o pecado a fim de viver para Cristo e Sua justiça.
2. Você foi alcançado pelo sacrifício de Cristo para viver mais preocupado em representar o caráter dEle neste mundo hostil do que preocupado com o sofrimento resultante de uma sociedade indiferente aos princípios divinos.
3. Você foi alcançado para viver o chamado de seguir a Cristo ainda que tenha de passar por caminhos difíceis, assim como Jesus passou:

a) Quando provocado, acusado injustamente, xingado, não revidava.
b) Quando Lhe causavam sofrimento e dor, não ameaçou; sofreu silenciosamente.
c) Quando insultado, atacado e ameaçado, Ele prontamente deixou tudo nas mãos dAquele que julga justamente. “Porquanto, para isso mesmo fostes chamados”.

III. DEUS TE CHAMOU PARA ANDAR NA CONTRAMÃO DO MUNDO - I Pedro 3:8-9

1. Você é chamado para não pagar mal com o mal, nem ofensa com ofensa, ou injúria com injúria como normalmente as pessoas fazem quando alguém lhe causa mal.
2. Você é chamado para pagar o mal com bem, tua reação ao mal que te causam deve ser de abençoar o maldoso.
3. Você é chamado para revelar aos sofredores que você é abençoado por Deus, herdeiro de uma bênção que não vale perder por nada. Por isso, “nada de retaliação. Nada de língua afiada para o sarcasmo” (A Mensagem). Nada de xingamentos, palavrões, grosseria e estupidez com ninguém.

IV. DEUS TE CHAMOU PARA VIVER A RECOMPENSA DE SER PERSEVERANTE EM MEIO AO SOFRIMENTO – I Pedro 5:10

1. Você é o alvo de um Deus que chama para uma recompensa eterna, onde não haverá mais sofrimento nenhum e oposição nenhuma.
2. Você foi chamado das trevas para a maravilhosa luz, chamado para seguir o exemplo de Jesus, chamado para abençoar os que amaldiçoam, e agora, é chamado para a eterna glória de Deus.
3. Você que é chamado e, aceita a esse chamado, pode dizer para o sofrimento que ele está com os dias contados; pois, o Deus que amorosamente está aperfeiçoando àqueles que estão unidos a Cristo, lhes dará firmeza, força e segurança para perseverarem até o fim do sofrimento.

V. VOCÊ É CHAMADO PARA A PRÓPRIA GLÓRIA E VIRTUDE DO MAJESTOSO E GLORIOSO DEUS – II Pedro 1:3-7

1. Você foi chamado por Deus e para Deus a fim de viver para representar Seu caráter em um mundo perverso, contaminado com a malignidade do pecado, em uma sociedade doente e imoral.
2. Você foi chamado para a glória e virtude de Deus, o que equivale a receber sobrenaturalmente tudo o que é necessário para viver uma vida elevada, nobre e conforme a vontade de Deus.
3. Você foi chamado ao privilégio de participar da natureza divina, com qualidades que te fazem cidadão do céu aqui na terra, esperando entrar no Lar de glória, no Reino Celestial.

CONCLUSÃO:

1. O cristianismo é mais que uma mera religião, mais que uma simples filosofia espiritual e mais que meras crenças em doutrinas teóricas. Cristianismo é um nobre chamado para uma mudança de vida e de paradigmas.
2. O cristianismo é mais que um mero convite para seguir a Cristo, mais que meras frases cristãs na camiseta e mais que ter o nome no rol de membros da igreja de Cristo. Cristianismo é viver como Cristo viveu independente da situação.
3. O cristianismo é um chamado para ir além de um mero estilo de vida, mas para viver acima das práticas mundanas, conforme os princípios do Céu, como estrangeiro aguardando a verdadeira herança na glória, na companhia eterna de Cristo.

APELO:

1. Creia que, em Cristo, você é propriedade exclusiva de Deus, chamado das trevas para a maravilhosa luz de Jesus, a fim de que anuncieis o maravilhoso caráter de Deus ao mundo que não O conhece.
2. Aceite viver à altura do chamado feito por Deus a você, seguindo a Cristo e representando Seu caráter puro nesse mundo injusto, contaminado com o pecado.
3. Viva com o poder e virtudes outorgados pelo poderoso Deus que chama a cada um diariamente; e que, por fim, chamará para a eterna glória àqueles que não rejeitaram nenhum dos Seus chamados.
Pr. Heber Toth Armí

terça-feira, 13 de agosto de 2019

NOSSA COSMOVISÃO PRECISA DE CONVERSÃO


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: II Coríntios 10:1-6

1. Para a guerra espiritual, as armas a serem usadas não devem ser carnais.
2. Para obter vitórias espirituais, as armas providas por Deus são as que destroem fortalezas.
3. Para vencer, precisamos entender que a luta é ideológica: contra sofismas e filosofias pautadas no orgulho humano orientadas por Satanás.

a) Nessa guerra não podemos cair na ilusão de usar armas carnais, argumentos gerados no caldeirão do inferno absorvidos pelos limitados e pecaminosos pensamentos humanos.
b) Nessa guerra, lutamos contra tudo aquilo que se opõe ao conhecimento de Deus, para isso precisamos utilizar as armas providas por Deus.
c) Nessa guerra, soberba, arrogância, orgulho e dependência de riquezas são armas diabólicas; as armas divinas são humildade, mansidão e benignidade de Cristo (II Coríntios 10:1-6), completadas com a lista descrita em Efésios 6:13-18. Com as poderosas armas divinas a nós disponíveis, os filhos de Deus conseguem...

1) Destruir fortalezas.
2) Anular nós sofismas.
3) Derrubar toda altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus.
4) Levar cativo todo pensamento à obediência de Cristo.
5) Punir toda desobediência.

A ênfase deste sermão está no versículo 5:

I. PRIMEIRO PASSO NA CONVERSÃO DA COSMOVISÃO: LEVAR CONSTANTEMENTE CATIVO NOSSO PENSAMENTO – II Coríntios 10:5

Está escrito: “Levando cativo”. Da mesma forma em que um exército ao conquistar uma cidade tira as pessoas e as leva cativas para longe de suas casas, o poder do evangelho ao penetrar em nossa mente, tira a ignorância, preconceitos, orgulho, arrogância e todas as ideias e conceitos falsos e, os leva cativos.

1. Muito mais que levar a Cristo os pesados fardos de nossos pecados, precisamos levar cativo todo pensamento a Ele.

2. Muito mais que ser liberto do pecado, da justiça própria, das especulações filosóficas e dos sofismas retóricos, o converso precisa se render absolutamente ao senhorio de Cristo.

3. Muito mais que mera mudança de denominação, de crenças e comportamentos, os pensamentos que resistem ao conhecimento de Deus, como a fortaleza dos rebeldes resiste aos exércitos do rei legítimo, precisam ser levados completamente aos pés de Cristo.

a) O evangelho precisa invadir as fortalezas existentes em nossa mente.
b) O evangelho precisa amarrar e acorrentar cada pensamento em nossa mente.
c) O evangelho precisa arrancar de nossa mente e levar sempre cativo os pensamentos de nossa mente. 

II. SEGUNDO PASSO NA CONVERSÃO DA COSMOVISÃO: CADA UM DE NOSSOS PENSAMENTOS PRECISA SER LEVADO CATIVO – II Coríntos 10:5

Está escrito: “Levando cativo todo pensamento”. Não se pode dar brecha ao diabo, qualquer pensamento contaminado com seus enganos deve ser erradicado a fim que de não venha a contaminar tudo novamente. Nenhum pensamento deve ser deixado sob a regência do diabo; todo pensamento deve ser considerado e subjugado.

1. Muito mais que conversão de santos (ídolos) a Cristo, além da conversão do domingo para o sábado, e mesmo após sair da religião falsa para a verdadeira, precisamos da conversão do pensamento, da mente, da visão de mundo; ou seja, nossa cosmovisão precisa de uma genuína conversão para que sejamos cristãos íntegros.

2. Muito mais que mudança exterior, de religião ou de comportamento, a conversão genuína tem a ver com mudança de pensamento: a cosmovisão. Sem essa conversão, não estaremos completamente convertidos.

3. Muito mais que crenças em doutrinas diferentes, conversão é mudança de mente, de coração, de pensamento. Essa mudança interna é a que deve produzir a mudança externa.

a) Não podemos ser cristãos de aparência, cristãos por fora com o paganismo impregnando nosso íntimo.
b) Não somos cristãos íntegros se apenas não praticamos assassinato, idolatria, imoralidade sexual, corrupção financeira, mas damos livre acesso à mentira, ociosidade, fofoca, preguiça, egoísmo, orgulho, vaidade, etc.
c) Não é possível ser cristão de verdade sem uma renovação constante de nossa mentalidade (Romanos 12:2), ignorando pensar nas coisas dignas de cristãos (Filipenses 4:8), e sem focar nas coisas do alto (Colossenses 3:1). Precisamos possuir a mente de Cristo (I Coríntios 2:16).

III. TERCEIRO PASSO NA CONVERSÃO DA COSMOVISÃO: FOCO DIÁRIO NA OBEDIÊNCIA DE CRISTO – II Coríntios 10:5 

Está escrito: “Levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo”. Ter a mente cheia de informações bíblicas que não resulte em transformação de vida, ou em obediência à Cristo, não tem valor perante Deus. Ser cristão significa refletir a Cristo em toda e qualquer ocasião.

1. Muito mais que experiência com Cristo ou intelectualismo religioso, precisamos levar cativo todo pensamento à obediência de Cristo.

2. Muito mais que apenas possuir um título de uma denominação ou pertencer a um movimento religioso, a pessoa convertida é liberta da escravidão do erro, do pecado e da desobediência, para viver os nobilíssimos propósitos de Cristo, como súdito do Reino de Deus.

3. Muito mais que mera mudança de atitude, hábitos e lugares de frequentar, a conversão genuína leva a uma inversão total em relação ao modo de pensar, o que alcança até mesmo os mais profundos sentimentos (Filipenses 2:5).

a) Cada uma das opiniões exaltadas a respeito da dignidade humana e todo orgulho do coração pervertido precisam ser devidamente convertidos e rendidos a Cristo.
b) Cada sentimento que promove autoconfiança e exaltação própria deve ser destruído, para que todo pensamento seja levado como prisioneiro de Cristo.
c) Cada ideia, filosofia, conceito e convicção arrogante que ergue fortaleza a Satanás, e se opõem ao conhecimento de Deus, deve ser atacado com armas celestiais a fim de que nos tornemos indivíduos regidos pelo evangelho e dispostos a fazer a vontade Deus.

CONCLUSÃO E APELO: Para que nossa cosmovisão experimente profunda conversão, precisamos...

1. Destruir com as armas espirituais tudo o que é oposto a Cristo. Com oração, estudo da Bíblia, mansidão e benignidade de Cristo, permita que o evangelho penetre em tua alma e tire tudo o que não presta.

2. Levar cada pensamento (intenção e vontades do coração) a total dependência de Cristo. Leve cativo a Cristo cada pensamento, sentimento, conceito e desejo carnal.

3. Render-se voluntariamente à obediência de Cristo. Em vez de viver rendido ao pecado, aos desejos carnais, numa rebeldia e desobediência incontroláveis, no cabresto do diabo, decida-se a ser um súdito de Cristo todos os dias. Pois, conforme II Coríntios 10:6, fica implícito que os aliados de Deus...

a) Não serão condenados.
b) Não serão punidos.
c) Serão absolvidos e se tornarão vencedores na batalha final juntamente com Cristo.
Pr. Heber Toth Armí

Postagens mais acessadas nesta semana