quinta-feira, 22 de agosto de 2013

NA VIDA É MELHOR SEREM DOIS DO QUE UM, TRÊS SÃO INSUPERÁVEIS!


INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Eclesiastes 4:9-12
1. A solidão é um problema que acarreta muitos outros problemas: Ninguém é uma ilha, sozinho a vida é cheia de tristezas. O abandono é a pior coisa que pode acontecer a alguém.
2. A solidão se estingue na vida de alguém que desenvolve amizades: O fim da solidão se dá com o início de relacionamentos saudáveis, baseados no amor divino.
3. A solidão desaparece na vida de quem se casa e vive uma vida de casado: O casamento precisa ser o momento de decretação da morte da solidão para um indivíduo; pois o casamento é o mais íntimo, mais prazeroso e o mais intenso dos relacionamentos.

I. É MELHOR SEREM DOIS DO QUE UM: A IMPORTÂNCIA DO CASAMENTO – Eclesiastes 4:9-12a

1. É melhor serem dois do que um porque se um cair o outro o ajuda a levantar: Deus fez o homem e a mulher para relacionar-se um com outro; apoiar, ajudar e sustentar-se mutuamente.
2. É melhor serem dois do que um porque se um estiver com frio o outro o aquece: Deus abençoou o casamento desde o seu início, pois ele é uma bênção para aquecer, não somente o corpo um do outro, mas também o coração.
3. É melhor serem dois do que um porque se um for atacado o outro pode defendê-lo: Nas lutas da vida e nas adversidades e imprevistos que atacam aos seres humanos, um defende o outro; pois, casamento não é um lutar contra o outro, mas em favor um do outro.

II. É MELHOR SEREM TRÊS DO QUE DOIS: A IMPORTÂNCIA DA PRESENÇA DE DEUS NO CASAMENTO – Eclesiastes 4:12b

1. Um cordão de três dobras é mais resistente do que o de duas dobras: Tal analogia aponta para a vida a dois; assim como o cordão duplo é mais resistente a vida a dois também é.
2. Um cordão de três dobras não é facilmente arrebentado por qualquer pressão: Se um cordão duplo já é bom, quanto mais sendo triplo; essa metáfora aponta para Deus entre marido e mulher, tornando o casamento resistente a quaisquer desafios da vida.
3. Um cordão de três dobras representa duas pessoas casadas ligadas a Deus: O Deus que institui o casamento é o Deus que tem poder para mantê-lo. Sem Deus, o casamento pode ser uma instituição abençoada com probabilidade de dar errado, ou seja, fracassar.

CONCLUSÃO:
1. Deus estabeleceu o casamento mesmo antes do pecado para dar fim ao sentimento de solidão do ser humano.
2. Deus estabeleceu o casamento e mesmo depois do pecado ele continua sendo uma bênção na vida humana.
3. Deus estabeleceu o casamento e num mundo tão difícil, complexo e desafiador nunca ele foi tão importante, mas só funciona bem se Deus estiver presente!

APELO:
1. Ao se casar, não se esqueça de convidar Deus para estar presente.
2. Ao viver o casamento, nunca deixe Deus de fora dele.
3. Ao viver a bênção do casamento, agradeça a Deus por ele.
Pr. Heber Toth Armí

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O QUÊ DEUS VÊ QUANDO TIRA UM “RAIO X” DA HUMANIDADE


INTRODUÇÃO: Texto bíblico: Salmo 14:1-7

1. Quando Deus olha para a humanidade, o que Ele vê?
2. Que tipo de comportamento Deus distingue nos seres humanos?
3. O que Deus destaca a você e a mim no Salmo 14 do que Ele vê nas pessoas?

I. O COMPORTAMENTO DO INSENSATO – Salmo 14:1-2

1. O insensato revela tolice, ignorância e incredulidade ao abrir a sua boca.
2. O insensato promove falsidade e perversidade na sociedade.
3. O insensato induz muita gente a crer em suas teorias que não passam de loucuras.

II. O COMPORTAMENTO DO CORRUPTO – Salmo 14:3-4

1. O corrupto corrompe-se com impurezas e imoralidades que o tornam imundo diante de Deus.
2. O corrupto não ora nem mesmo para agradecer a Deus pelo alimento.
3. O corrupto vive a iniquidade, distante de Deus e dos Seus princípios, indiferente à lei da vida.

III.  O COMPORTAMENTO DO MEDROSO – Salmo 14:5-6

1. O medroso age movido de pavor, tem terror por Deus.
2. O medroso faz o que acha certo por medo, não por amor.
3. O medroso não ajuda ao necessitado por medo de passar necessidade.

IV. O COMPORTAMENTO DO JUSTO – Salmo 14:7

1. Justo é quem aceita libertar-se do pecado para alcançar vitória sobre o mal.
2. Justo é quem é alegre e feliz porque crê na salvação oferecida por Deus.
3. Justo é quem se une ao povo de Deus, alegrando-se na trajetória rumo ao Céu. 

CONCLUSÃO:

1. Quem nega a existência de Deus vive como um insensato, tolo; na verdade é um incrédulo que se nega a crer mesmo diante de evidências, pois é mais cômodo pecar crendo que Deus não existe.
2. Quem ignora a existência de Deus vive uma vida marcada pela corrupção e a prática de abominações que o tornam imundo, impuro diante de um Deus santo.
3. Quem afirma crer em Deus, mas vive um ateísmo pragmático não nega a Deus por palavras, mas pelo comportamento; age por medo, mas por também medo não faz o que é certo diante de Deus.
4. Quem ama a Deus não é perfeito, mas se apega à salvação provida por Cristo a fim de libertar-se do pecado; ao andar com Deus sua vida vai se transformando e a alegria e a felicidade tornam-se nítidas em sua vida.

APELO:

1. Identifique em qual tipo de comportamento você se enquadra.
2. Identifique quais as vantagens de buscar a Deus e a salvação.
3. Identifique-se com aqueles que são alegres e felizes aceitando o plano de Deus a você!

Pr. Heber Toth Armí 

terça-feira, 6 de agosto de 2013

A LETRA QUE VIVIFICA NÃO MATA, TRANSFORMA!


INTRODUÇÃO: Texto bíblico: Hebreus 4:12
1. Disse Josh Billings: “Quase qualquer ignorante pode provar que a Bíblia não é confiável; entretanto, alguém precisa ser muito sábio para acreditar no que ela diz”.
2. Disse Charles R. Swindoll: “Os artigos dos diários nos informam, os romances podem inspirar-nos; a poesia pode encantar-nos. Porém, só a Palavra, a ativa Palavra de Deus, pode transformar-nos”.
3. Disse Charles H. Spurgeon: “A Bíblia é mais antiga que nossos pais, mas verdadeira que a tradição, mas eruditas que as universidades, mas autorizada que os concílios, mais infalível que os papas, mais ortodoxa que os credos, mais poderosa que as cerimônias. É a espada do Espírito, a onipotente Palavra de Deus, a maravilha do mundo, a dádiva do Céu”.

I. A PALAVRA DE DEUS É IMPRESSIONANTE: Hebreus 4:12
1. A Palavra de Deus é poderosa: A Bíblia não é um livro codificado, ou um livro místico e nem um talismã mágico, ela é a poderosa Palavra viva do Deus vivo ainda que escrita em letras humanas.
2. A Palavra de Deus é viva: A Bíblia não é letra morta, é a Palavra do Deus vivo; palavra esta que não pode deixar de ser viva.
3. A Palavra de Deus é eficaz: A Bíblia, por ser a Palavra de Deus, é viva, poderosa e eficaz como a espada de dois gumes que de cortar, a tudo é capaz.

II.  A PALAVRA DE DEUS É IMPACTANTE: Hebreus 4:12
1. A Palavra de Deus divide alma e espírito: A Palavra de Deus penetra nas faculdades espirituais do ser humano revigorando-o espiritualmente.
2. A Palavra de Deus divide juntas e medulas: A Palavra de Deus penetra nas faculdades físicas do ser humano fortalecendo-o fisicamente.
3. A Palavra de Deus discerne pensamentos e intensões: A Palavra de Deus penetra nas faculdades mentais, emocionais e psicológicas do ser humano restaurando-o emocionalmente.

III. A PALAVRA DE DEUS É REVIVIFICANTE: Hebreus 4:12
1. A Palavra de Deus é revigorante: A Palavra de Deus escrita é tão poderosa quanto Sua Palavra falada, ela revigora a fé, fortalece o espírito e transforma a alma por completo; pela ação do Espírito Santo a Bíblia assume não só o poder da letra, mas a ação de um Ser vivo, do Criador, que se interessa na recriação do ser humano destruído pelo pecado!
2. A Palavra de Deus é penetrante: A Palavra de Deus penetra tão profundamente no coração do ser humano; quando este a lê corretamente os princípios contidos em suas páginas são transferidos ao coração. Então, a Palavra elimina atitudes pecaminosas, hábitos insalubres à alma e tendências tanto herdadas quanto cultivadas para o mal.
3. A Palavra de Deus é tonificante: A Palavra de Deus não apenas diz às pessoas o quê fazer; pela atuação do Espírito Santo no leitor, o poder criador inerente na Palavra de Deus penetra na alma e capacita o indivíduo a crer em seus escritos e a harmonizar a vida conforme se aprofunda na Palavra.

CONCLUSÃO:
1. Ao permitir que a Palavra de Deus seja bem aplicada a tua vida, perceberás que Hebreus 4:12 não são palavras de ameaça, como se Deus quisesse examinar estritamente a cada pessoa, ansioso para expor todos teus pecados ocultos; Ele quer alcançar até o mais íntimo da alma e transformar todo o caráter humano.
2. Ao permitir que a Palavra de Deus seja o que ela deva ser, você perceberá que ela, pelo mesmo Espírito que inspirou seus escritores, transformará a tua vida inteiramente. Ela influenciará cada aspecto da conduta humana: Físico, mental e espiritual. A Bíblia é a espada que não mata, mas restaura!
3. Ao permitir que Deus use a Bíblia em tua vida como um Cirurgião divino, Ele cortará o câncer do pecado da alma humana; o tumor do egoísmo e do orgulho; e, retirará o pus da hipocrisia e da pretensão religiosa e revelará a necessidade que a alma humana tem da graça transformadora de Cristo. A Bíblia é a letra que não mata, mas vivifica!

APELO:
1. Leia a Bíblia crendo que a Palavra de Deus é tão viva e poderosa quanto Sua Palavra falada.
2. Medite na Bíblia na presença do Espírito Santo para que ouças a voz de Deus falar a ti.
3. Estude a Bíblia a fim de que sejas transformado por completo pelo poder da Palavra de Deus.

Pr. Heber Toth Armí

Postagens mais acessadas nesta semana