terça-feira, 26 de outubro de 2010

PRIMEIRA RELIGIÃO FALSA

INTRODUÇÃO: Texto Bíblico principal: Gênesis 4:1-16
1. É possível adorar a Deus de maneira errada: Nem toda forma de adorar é aceita por Deus. Nem toda religião que fala de Deus te conduz a Deus.
2. É possível adulterar a verdadeira religião: Não há nada pior do que estar fazendo errado pensando ser certo, e quanto mais na questão religiosa.
3. É possível aprender com o erro dos outros sem cometê-los: Caim, um nome que ninguém deseja para seu filho, neto, sobrinho, etc. Este personagem bíblico não é apreciado por ninguém em sã consciência; embora muitos cristãos vivem como ele.
I. CAIM É O PRIMEIRO REPRESENTANTE DAQUELES QUE ADORAM A DEUS DE ACORDO COM SUA PRÓPRIA VONTADE – Gênesis 4:3, 7
1. Deus pediu sacrifícios de cordeiros, porém Caim levou aquilo que ele achava ideal e mais atraente; as melhores, lindas e coloridas frutas.
2. Deus decretou Sua vontade na Bíblia, porém hoje há religiosos que determinam o que Deus gosta e o que não gosta, o que Deus aceita e o que rejeita, seguindo, assim, os passos de Caim.
3. Deus estabelece o que é importante, porém quando a vontade do coração ultrapassa a vontade de Deus, revivemos a síndrome de Caim.
II. CAIM É O PRIMEIRO CASO DE RELIGIOSOS SINCERAMENTE ERRADOS – Gênesis 4:3
1. Caim cria da mesma forma em que muitos cristãos também crêem: que não é necessário fazer tudo exatamente como Deus pede na Bíblia
2. Caim fez conforme achava melhor; porém, quando faço as coisas do meu jeito, rejeito a vontade de Deus.
3. Caim nos evidencia que por mais sincero que sejamos no erro, o erro nunca será certo, a mentira nunca será verdade, o falso nunca será auntêntico. Por mais sincero que eu esteja indo para o sul pensando estar indo para o norte, o sul sempre será sul.
III. CAIM É O PRIMEIRO RELIGIOSO DECEPCIONADO COM A RELIGIÃO – Gênesis 4:5-7, 13-16
  1. Toda pessoa que busca a Deus à sua própria maneira se decepciona com a religião. Caim estava triste, cabisbaixo, decepcionado com Deus, não com seu irmão. 
  2. Toda pessoa que vive a religião do gosto pessoal não experimenta o prazer da verdadeira adoração. Como Caim existem adoradores que se decepcionam com Deus, mas não olham para trás para reconhecer suas falhas.
  3. Toda pessoa que não se entrega completamente a Deus quase se salva. Jesus morreu para salvar a todos, porém nem todos se salvarão.
a) Caim é o exemplo de alguém quase salvo, mas completamente perdido (Gênesis4:7, 16). Caim fez quase tudo certo – o altar, a lenha e a oferta – não faltou nada, ele só alterou a oferta. É assim se perde o foco da verdadeira religião.
b) Caim é o exemplo de cristãos quase completos, mas completamente perdidos. Quase cristão, não é cristão; quase fiel, não é fiel; quase salvo, não é salvo. Quase salvo é completamente perdido.
c) Caim é um exemplo de evangélicos dominados mais pelo pecado do que pelo poder do evangelho (Gênesis 4:7). Muitos se perderão não por causa de grandes erros, mas por causa dos pequenos erros.
CONCLUSÃO:
1. Que o Cordeiro (Jesus) que não fez parte da vida de Caim seja a sua religiosidade diariamente.
2. Que a tua sinceridade esteja focada no lugar certo; do contrário, tua sinceridade no lugar errado não garante a tua salvação.
3. Que o Cordeiro que tira o pecado do mundo – que não fez parte da religião de Caim – te liberte do poder do pecado constantemente.
Preparado pelo Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana