sexta-feira, 14 de abril de 2017

JESUS É A PÁSCOA DO VERDADEIRO CRISTÃO!


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Êxodo 12:1-11
1. Qual é a origem da Páscoa?
2. Quem teve ideia de inventar/criar e instituir a Páscoa?
3. Que mensagem existe por trás dos originais símbolos pascais?

I.  O CORDEIRO DEVERIA SER SEM DEFEITO, POIS JESUS SERIA SEM PECADO – Êxodo 12:1-5

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser sem defeito algum.
2. Jesus não conheceu pecado (I Pedro 1:19; 2:22); Ele não tem defeito, não há pecado nenhum nEle (I João 3:5).

II. O CORDEIRO DEVERIA SER MACHO DE UM ANO, POIS JESUS ALÉM DE NASCER HOMEM MORRERIA MUITO JOVEM – Êxodo 12:5

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que, na celebração da páscoa precisava ter cordeiro ou cabrito macho, de um ano.
2. Jesus nasceu como um bebê menino, e morreu com apenas 33 anos de idade.

III. O CORDEIRO DEVERIA SER OBSERVADO, INDICANDO QUE JESUS DEVERIA ESTAR ENTRE PECADORES – Êxodo 12:6

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser guardado desde o dia 10 até o dia 14 de Nisan para ser analisado.
2. Jesus andou entre judeus e gentios, Seus ensinamentos foram ouvidos e Sua vida foi observada pela multidão.

IV. O CORDEIRO DEVERIA SER IMOLADO PELA CONGREGACÃO DE ISRAEL, DEMONSTRANDO QUE O PECADO DO MUNDO INTEIRO MATARIA JESUS – Êxodo 12:6

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser imolado ao ajuntar toda a congregação.
2. Jesus assumiu o pecado de toda a humanidade. Estes pecados, meus e teus, O mataram (Isaías 53:4-8).

V. O CORDEIRO DEVERIA SER MORTO NO CREPÚSCULO DA TARDE, INDICANDO O PERÍODO DO DIA EM QUE JESUS MORRERIA – Êxodo 12:6

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser imolado no crepúsculo da tarde.
2. Jesus foi crucificado perto das 9 horas da manhã, e morreu perto das 15 horas, no final da tarde de sexta feira, antes do sábado da páscoa (Marcos 15:25, 33-34, 37). 

VI. DO CORDEIRO DEVERIA USAR SANGUE PARA COLOCAR NA PORTA DA CASA VISANDO SALVAR SEUS MORADORES, O SANGUE DE CRISTO NOS SALVA QUANDO POSTO NAS PORTAS DO CORAÇÃO – Êxodo 12:7

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser morto e comido, e seu sangue aspergido nas ombreiras e na verga da porta para salvar da morte.
2. Jesus deu Sua vida na cruz por nós para que aqueles que O aceitarem marque a porta de seu coração com sangue objetivando salvar-se da morte eterna (Hebreus 9:22). 

VII. O CODEIRO DEVERIA SER ASSADO NO FOGO, REPRESENTANDO O CASTIGO DIVINO SOBRE CRISTO DEVIDO AOS NOSSOS PECADOS – Êxodo 12:8-9

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser assado no fogo, não cozido em água.
2. Jesus assumiu o pecado de toda a humanidade e, então, a ira de Deus caiu sobre Ele como fogo; assim Ele recebeu a nossa condenação a fim de pagar por nossa culpa (II Coríntios 5:21; Gálatas 3:13).

VIII. O CORDEIRO DEVERIA SER COMIDO COM PÃO SEM FERMENTO E ERVAS AMARGAS, SIMBOLIZANDO CRISTO COMO ALIMENTO ESPIRITUAL – Êxodo 12:8, 10

1. Deus orientou Moisés a falar ao povo que o cordeiro para a celebração da páscoa deveria ser comido com pão sem fermento e ervas amargas, no mesmo dia.
2. Jesus nos libertou, mas deseja que sempre nos lembremos do sofrimento que o pecado nos causa e, inclusive causou a Ele; precisamos assimilar Jesus em nossa vida, alimentando de Sua carne e de Seu sangue diariamente (João 6:50-57; I Coríntios 11:23-26). 

CONCLUSÃO: O Autor da cerimônia da Páscoa é Deus e, Jesus é a própria Páscoa (Êxodo 12:11); inicialmente ela foi celebrada em símbolos, mas tudo nela apontava para Jesus Cristo.

1. Jesus sofreu as consequências do pecado sem ter cometido nenhum pecado sequer; Sua morte na cruz do Calvário foi uma loucura, vergonha, mas garante a nossa libertação da escravidão do pecado (I Coríntios 1:18).
2. Jesus é o cordeiro que verdadeiramente nos liberta da escravidão do pecado e nos dá vida em sua plenitude (I Coríntios 5:7; João 1:29).

APELO:

1. Celebremos corretamente a Páscoa com entendimento e sinceridade.
2. Celebremos a Jesus todos os dias por morrer por nossos pecados e dar-nos a oportunidade de vida eterna.
Pr. Heber Toth Armí


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana