quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O ILUSTRÍSSIMO CRISTO E SEU PODER APÓS A RESSURREIÇÃO


INTRODUÇÃO: Texto Bíblico principal: Apocalipse 1:17-20
1. Jesus aparece ao idoso João, único apóstolo sobrevivente.
2. Jesus se revela ao único de Seus discípulos que sobreviveu ao martírio.
3. Jesus se mostra a João para confortar, orientar, revelar o futuro da igreja e encher seu coração de esperança e certeza da vitória dos fieis.

I. A PRESENÇA DE JESUS IMPRESSIONA – Apocalipse 1:17
1. Quem vê a Jesus não permanece o mesmo, Sua presença amolece ao justo ou endurece ao hipócrita.
2. Quem vê a Jesus terá no coração um senso de respeito muito grande a ponto de cair a Seus pés.
3. Quem vê a Jesus perde o fôlego diante de tanta santidade, majestade e glória a ponto de quase morrer.

II. A PRESENÇA DE JESUS RESTAURA – Apocalipse 1:17-18
1. Jesus usa Suas mãos para levantar o caídoRestauração física:
a) A mesma mão que segura as sete estrelas alcança o ombro de quem está no chão.
b) A mesma mão direita que segura as sete estrelas não está tão ocupada para atender ao desvalido.
c) A mesma mão poderosa que sustenta o Universo e conduz as igrejas toca nos membros desta igreja.
2. Jesus usa Sua voz para consolar o aflitoRestauração mental/emocional:
a) Com qualidade Jesus diz: “Não temas. Eu Sou o Primeiro e o Último”.
b) Com propriedade Jesus diz: “Não temas. Eu sou o que vivo; fui morto, mas estou vivo para todo o sempre”.
c) Com autoridade Jesus diz: “Não temas. Eu tenho as chaves da morte e do inferno”.
3. Jesus usa a teologia para orientar a féRestauração espiritual:
a) Para uma igreja em perigo Jesus se mostra presente, atuando em meio dela.
b) Para uma igreja de mártires Jesus se mostra vitorioso sobre a morte.
c) Para uma igreja perseguida Jesus se mostra no comando de tudo.

III. A PRESENÇA DE JESUS ESCLARECE – Apocalipse 1:19-20
1. A explicação de Jesus tem a ver com a história de Sua igreja:
a) O que Jesus quer que Sua igreja saiba está relacionado com o passado, presente e futuro.
b) O método de estudo do Apocalipse revelado por Jesus deve iniciar com o passado, passar pelo presente e culminar no futuro.
2. A mensagem de Jesus tem a ver com Seu controle sobre a história:
a) Jesus é quem revela os mistérios a Sua igreja: “O mistério das sete estrelas são os anjos das sete igrejas”.
b) Jesus é quem deve dar o significado das visões apocalípticas a Sua igreja: “O mistério dos sete candeeiros são as sete igrejas”.
3. A revelação de Jesus apresenta a escatologia eclesiástica na história mundial:
a) As sete igrejas apontam para sete períodos eclesiásticos desde João até a volta de Jesus.
b) A visão das sete igrejas revela o enternecedor cuidado de Cristo – que está entre Sua congregação – por Seus servos durante a trajetória neste mundo.

CONCLUSÃO:
1. Os crentes fieis, ainda que sofram neste mundo de trevas, estão sob os cuidados da luz de Cristo.
2. A igreja, ainda que perseguida, esteve, está e estará até o fim nas mãos de Cristo, o qual venceu a morte.
3. A história, embora pavorosa, está sob o controle e comando de Cristo que tem tudo em Suas mãos.

APELO:
1. Quando te sentires abatido, aflito e derrotado por ser cristão, procure a poderosa mão de Cristo.
2. Quando parecer que a igreja de Cristo está a perecer, creia que Jesus a tem em Suas mãos e confie nEle.
3. Quando o curso da história despencar de mal a pior, saiba que mesmo assim Cristo está no comando.

Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana