terça-feira, 6 de setembro de 2011

A TORRE DE BABEL REVELA O PROPÓSITO HUMANO DE ALCANÇAR O CÉU


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Gênesis 11:1-9
1. A origem das nações: O relato da torre de Babel explica a origem da existência de muitas línguas, tribos e povos diferentes.
2. A origem das línguas (idiomas): O relato apresenta que o plano de Deus era que todos falassem a mesma línguagem e se espalhassem pela terra (Gênesis 9:7), mas devido às atitudes ambiciosas, arrogantes e rebeldes contrariando aos planos divinos, houve uma necessidade de diversificar os idiomas.
3. A origem de uma advertência: O relato da Torre de Babel é uma advertência para o homem moderno que permite que as mesmas atitudes que levaram Deus agir no passado, os domine.

I.   AO INVÉS DE OBEDECER A DEUS, O SER HUMANO SE ESFORÇA PARA DESOBEDECER-LHE – Gênesis 11:1-4
1. Deus abençoou a raça humana e planejou que tivesse um só idioma (Gênesis 9:7, 11:1); no entanto, o ser humano abusou disso e desenvolveu projetos para se rebelar contra Deus.
2. Deus desejava o bem quando disse que aos filhos de Noé que povoassem abundantemente a terra, mas os seres humanos não sabiam do mal que poderia acarretar-lhes caso construíssem um império megalomaníaco onde os grandes e poderosos exploram os pequenos e frágeis.
3. Deus é a favor da unidade e da união, mas quando os humanos se unem para o mal não há nada que impeça o que intentarem fazer; a não ser Deus.

II. AO INVÉS DE EXALTAR O SOBERANO DEUS, O SER HUMANO SE ESFORÇA PARA EXALTAR-SE – Gênesis 11:4
1. Deus dá recursos, sabedoria e habilidades aos seres humanos, porém estes não reconhecem tais fatos e ainda atribuem a si todas suas invenções, projetos e construções.
2. Deus é Soberano, no entanto, desde que Satanás sugeriu a Eva que ela poderia ser como Deus (Gênesis 3:5), os seres humanos tem se esforçado para transformar essa mentira numa verdade.
3. Deus deu Seu Filho Jesus para humildemente morrer numa cruz a fim de que em Seu nome os seres humanos encontrassem a salvação e a libertação do pecado; estes, porém, buscam construir um nome, conquistar a fama, desprezando o nome que está acima de todo nome (Filipenses 2:8-10).

III. AO INVÉS DE SUBMETER-SE A DEUS PARA CHEGAR AO CÉU, O SER HUMANO SE ESFORÇA PARA IR AO CÉU COM AS PRÓPRIAS FORÇAS – Gênesis 11:4-9
1. A religião instituída por Deus sempre teve como base a graça e os méritos de Jesus, nunca os méritos e esforços humanos (Atos 15:10-11). No entanto, a história confirma que o ser humano sempre teve dificuldade para aceitar essa forma de religião.
2. A religião bíblica apresenta o plano de Deus de levar o ser humano para o Céu, mas este deseja ir ao Céu com seus próprios planos e meios, independente de Deus.
3. A religião cristã ensina a salvação pela fé, não pelas obras; porém, desde o início a humanidade tem-se desviado para invenções religiosas de sua própria imaginação, obras e atitudes – a Torre de Babel ligava poder político e religioso, o qual acabou em confusão.

CONCLUSÃO:

1. A arrogância, desobediência e obstinação humana não impedem a realização dos planos de Deus: Diversificando as línguas dos construtores da Torre de Babel, aqueles que desejavam construir um império num ponto do mundo, foram espalhados conforme o plano de Deus.
2. A arrogância, desobediência e obstinação humana atrem à intervenção de Deus: Deus está atendo à humanidade, quando esta caminha rapidamente para a própria destruição, Ele interfere com misericórdia para o bem.
3. A arrogância, desobediência e obstinação humana adulteram a verdadeira religião: Tais atitudes desprezam os planos de Deus e exalta as invencionices falsas da religiosidade sem Deus.


APELO:
1. Cuidado para não fazer parte de um grupo de pessoas que se unem a fim de conquistar a fama, um nome e grandezas contrários aos propósitos de Deus.
2. Cuidado para não se envolver em projetos que visam à glória, a exaltação e arrogância humana ou a conquista do Céu com as próprias forças e recursos.
3. Cuidado para não participar de construções imperiosas que mais cedo ou mais tarde Deus terá de intervir a fim de que prevaleça o plano do Céu.

Pr. Heber Toth Armí

Um comentário:

  1. Gostei deste estudo, que o senhor continue te abencoando .

    ResponderExcluir

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana