terça-feira, 22 de junho de 2021

DEUS AVISA ANTES DE AGIR NO MUNDO

INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Amós 3:7

1. Mesmo que o pecado gerou uma falha na comunicação entre Deus e as pessoas, Deus criou uma estratégia para Se comunicar apesar das barreiras que intentam atrapalhar.

2. Mesmo que sejamos seres humanos pecadores, Deus prezou pelo relacionamento e até mesmo pela redenção dos condenados, nunca a destruição.

3. Mesmo com as impossibilidades resultantes da desgraça do pecado, Deus utilizou vários meios para Se conectar e Se relacionar, o meio mais utilizado foi o profetismo. 

a) A comunicação relacional foi essencial muito antes do pecado. Adão e Eva só souberam de que no Éden havia perigo na árvore do conhecimento e do mal e suas consequências porque Deus informou e avisou.

b) Se a comunicação divina foi essencial ao ser humano antes do pecado, quanto mais no mundo de pecado onde não temos a habilidade mental e moral que tinham as pessoas antes da queda.

I. OS PROFETAS PROVAM QUE DEUS NÃO FAZ NADA SEM ANTES REVELAR SEUS PLANOS AOS SERES HUMANOS – Amós 3:7 

1. O profeta (Nabhi, no hebraico) implica em uma pessoa ser instrumento de Deus para compartilhar Sua mensagem aos pecadores.

2. Embora tenha sido chamado de “enviado do Senhor” (Ageu 1:13), “servo do Senhor” (I Crônicas 6:49), e também “homem de Deus” (( Samuel 9:6), o profeta sempre tem sido instrumento divinos para revelar segredos à humanidade (II Crônicas 36:15).

3. Sendo que os profetas são recursos com os quais Deus Se comunica conosco, desprezar um profeta significa desprezar o próprio Deus. Mesmo sendo rejeitado, Deus avisa antes de agir ou executar Seu juízo, visando à salvação de alguém (II Crônicas 36:16). O profetismo bíblico nos ensina que:

a) Deus não abandonou o ser humano na desgraça do pecado.

b) Deus não deixou o pecador desnorteado, à sua própria sorte.

c) Deus esteve sempre revelando Sua vontade e Seu interesse aos pecadores.

d) Deus cuida, protege, guia, orienta, apela e inspira aos seres humanos.

e) Deus anseia salvar, restaurar e purificar aos condenados pecadores. 

II. OS PROFETAS PROFEREM A MENSAGEM DE DEUS ATRAVÉS DAS PALAVRAS HUMANAS A FIM DE ALERTAR-NOS – Amós 3:7

1. Na história bíblica fica claro que Deus não faz nada no mundo sem antes revelar Suas intenções, Seus planos, Seus segredos aos Seus servos, os profetas.

2. Na história humana é nítida a comunicação divina revelando cuidado, amor e misericórdia aos pecadores, sejam eles quem fossem.

3. Na história, Deus sempre cumpriu o que revelou em Amós 3:7. Em pelo menos quatro grandes eventos, podemos notar a realidade cumprida dessa revelação:

a) Alerta quanto à primeira destruição do mundo: Deus levantou Noé, o qual pregou por 120 anos sobre uma inundação mundial conhecida como Dilúvio (Gênesis 6:3, 13; II Pedro 2:5).

b) Manifestação na libertação do cativeiro do povo escolhido: Deus levantou Moisés como Seu porta-voz diante do povo egípcio para conduzir os israelitas à libertação (Êxodo 4:15-16; 11:1-3).

c) Alerta quanto ao perigo da adoração de ídolos: Conhecendo o risco de o povo absorver a idolatria da terra de Canaã e prevendo o cativeiro como consequência da apostasia, Deus levantou homens e mulheres para alertar o povo: Débora, Elias, Eliseu, Isaías, Jeremias, Ezequiel, Oséias, Amós, e muitos outros (Jeremias 35:15).

d) Manifestação no preparo para o primeiro advento de Cristo: Diante do maior evento da história terrestre, Deus levantou João Batista e Ana para prepararem o coração do povo para o nascimento de Seu amado Filho, O qual seria o Salvador do mundo (Lucas 2:35-37; 3:1-6).

III. OS PROFETAS SÃO O MEIO DE MOSTRAR AO MUNDO CONDENADO À DESTRUIÇÃO QUE DEUS ESTÁ EMPENHADO NA SALVAÇÃO DOS PECADORES – Amós 3:7

1. Aguardamos a segunda destruição do mundo: Jesus profetizou que o comportamento dos pecadores e os acontecimentos que antecederam ao dilúvio seriam repetidos por ocasião de Seu retorno (Mateus 24:37-38). Será que Deus não irá cumprir Amós 3:7 nesse momento como cumpriu num evento semelhante?

2. Esperamos a última libertação do povo de Deus: Os cristãos aguardam a maior libertação da história, quando serão plenamente resgatados deste mundo em destruição (Filipenses 3:20-21). Será que Deus não revelará Seus segredos por meio de pelo menos um profeta nessa época?

3. Está profetizada a maior idolatria da história: A adoração à besta e à Sua imagem envolverá o mundo todo (Apocalipse 13:4, 7-8). Será que Deus mudou, ou irá fazer como sempre fez? Deus levantará um profeta antes de agir em relação à idolatria mundial?

4. Expectativa da segunda vinda de Cristo: O segundo advento de Cristo será o maior evento da história mundial cujo impacto será universal (Apocalipse 6:12-17). Será que Deus vai ignorar Sua revelação em Amós 3:7? Esse texto não faz mais sentido em nossa época? Satanás crê e se antecipa para atrapalhar a Deus:

a) Satanás sabe como Deus age; por isso, está levando a humanidade à incredulidade quanto à existência de um Deus Criador. Sua estratégia é a teoria da evolução como ciência verdadeira contra a teoria da criação como sendo espúria.

b) Satanás sabe que Deus cumpre o que prometeu; por isso, por volta de 1840 o espiritismo surgiu com todo vigor e também alguns profetas como Allan Kardec, Joseph Smith e Ann Lee com visões, sonhos e profecias.

c) Satanás sabe como e quando imitar o que Deus fará a fim de enredar as pessoas em seus emaranhados teológicos. Reagiremos como espera Satanás ou como Deus espera de nós?

CONCLUSÃO: 

1. É nítido um paralelismo na história quanto ao comportamento da sociedade que levou Deus a levantar profetas. Será que Deus não vai cuidar de Seu povo no tempo do fim como sempre cuidou através de Seus profetas? Terá Deus abandonado Seu povo à própria sorte diante dos últimos eventos do tempo do fim? No período mais crítico da humanidade, Deus não cumprirá Amós 3:7?

2. É nítido que há uma convergência das características históricas nos últimos dias com eventos que acontecem simultaneamente aos momentos em que Deus viu a necessidade de levantar profetas. Então, se as circunstâncias similares que envolviam esses quatro fatores (destruição, libertação, idolatria e vinda do Messias), Deus enviou Seus servos, os profetas, não faz sentido enviar alguém nos últimos dias quando todos esses fatores acontecem ao mesmo tempo? Será que Deus mudou, ou ainda age conforme está registrado em Amós 3:7?

3. É nítido na história bíblica que Deus sempre cumpriu o texto de Amós 3:7, certamente Ele não fará diferente de como agiu no passado. Na verdade, assim que, em 1798, quando começou o tempo do fim, logo Deus levantou três pessoas com o dom de profecia visando conduzir Seu povo, demonstrando cuidado para que não seja destruído com o pecado, almejando a libertação dele deste mundo, alertando quanto à maior idolatria da história e preparando-o para o maior evento do Universo – o segundo advento de Cristo. Os nomes destes três profetas são:

a) William Ellis Foy, um negro norte-americano por volta dos 20 anos teve diversas visões e as tornou conhecidas em 1842.

b) Hazem Foss teve duas visões, mas se recusou ao exercício do dom de profecia pelas consequências que enfrentaria.

c) Ellen Gould Harmon, uma frágil jovenzinha que se deixou usar poderosamente por Deus, tornando-se assim em uma das 100 mais destacadas personagens dos Estados Unidos, a qual elevou o povo de Deus das cinzas das heresias da Idade Média para a luz da verdade bíblica.

APELO:

1. Saiba que Deus não faz coisa alguma sem antes revelar Seus Segredos aos Seus servos, os profetas.

2. Saiba o que Deus revelou aos Seus profetas no decorrer da história de pecado ligado ao desenvolvimento do plano da salvação.

3. Saiba que, embora no tempo fim Satanás intensifique Suas estratégias de engano e destruição, Deus cuida de Seu povo através do dom de profecia até hoje.

Pr. Heber Toth Armí

Um comentário:

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana