segunda-feira, 24 de junho de 2013

A FESTA DO PURIM, DOIS DIAS CONSAGRADOS À ALEGRIA


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Ester 9:18-32
1. A alegria na comemoração é como um sol brilhante que ofusca e torna ridiculamente sem importância todos os pequenos sinais sombrios da vida.
2. A alegria é um sentimento que dá entusiasmo à rotina da vida a fim de que ela não seja apenas reveses financeiros, lutos sofridos, doenças, estresses e lamúrias.
3. A alegria é um estado em que as pessoas vivem quando poderiam ter perdido tudo; mas, num instante, conseguiu tudo novamente.

I. PURIM, NÃO LAMENTE A SORTE DO PASSADO, CELEBRE A VITÓRIA DO PRESENTE – Ester 8:18-22
Purim é o plural do singular pur que quer dizer sorte; isso porque Hamã lançou sortes com dados para agendar o dia do aniquilamento dos judeus na Pérsia. Entretanto, a situação se reverteu e, mais de 75.000 que odiavam aos judeus foram mortos e os judeus livres no dia sorteado por Hamã. Que lições atuais extraímos desse relato da Bíblia Sagrada?
1. O fato de estar vivo revela que você sobreviveu a cada ameaça de morte até hoje; mas não se lamente pelas ameaças, celebre a tua sobrevivência.
2. O fato de vencer cada situação da vida é motivo de celebrar no presente; o passado sombrio não deve trazer tristezas, mas gratidão por você ter superado tudo até aqui.
3. O fato de injustiças, ameaças e intimidações terem se levantado contra você no passado não te deve prender às reclamações, lamentos e pessimismo no presente.

II. PURIM, UM MONUMENTO PRESENTE POR CAUSA DE UM PASSADO DISTANTE, DEDICADO À CELEBRAÇÃO CONSTANTE – Ester 9:23-28
O Purim é uma festa decretada para dois dias a ser celebrada anualmente pela lembrança do livramento dos judeus das mãos de seus inimigos. Esta celebração trata-se de um decreto que causaria a maior tragédia, porém tornou-se a celebração de triunfo devido ao jejum e à lamentação (v. 31).
1. A festa do purim revela que uma situação nunca é tão desesperadora que não exista uma brecha para Deus agir e revertê-la para o bem de quem O busca.
2. A celebração do purim ensina que as lembranças dos eventos desafiadores e traumáticos do passado devem tornar-se a base, não da reclamação, mas da celebração.
3. A comemoração do purim consiste em viver passando adiante as lições que levaram a mudanças e obtiveram resultados positivos durante a história da vida.

III. PURIM, UM MEMORIAL DO PASSADO QUE PROJETA ALEGRIA AO FUTURO – Ester 9:29-32
Purim é o dia comemorado pelos judeus até o dia de hoje; eles escolheram esse dia enquanto estiveram na antiga Pérsia exatamente os dias em que deveriam ter sido aniquilados. No entanto, esses dias de tristezas se tornaram dias de alegrias, o luto se transformou em comemoração, deixando, assim, preciosas lições de vida para os que vivem no século XXI.
1. O purim é um monumento no tempo que dá um significado positivo ao presente e perspectiva ao passado; sem monumentos somos destinados a viver sem raízes.
2. O purim é um lembrete a cada geração que as tragédias podem se transformar em triunfos; portanto, não se deve perder a fé, a coragem, o ânimo e a alegria.
3. O purim é uma lembrança antiga para os povos modernos que se não houver perspectiva para o futuro nada poderá libertar alguém preso aos medos e lamentos do passado.

CONCLUSÃO:
1. No passado, Jesus morreu numa cruz por nossos pecados e deixou o memorial da Santa Ceia para olharmos para trás com perspectiva positiva e cheios de esperança para o futuro (Mateus 26:26-29).
2. No presente, devemos reconhecer que Jesus morreu para que sejamos libertos do pecado, livres dos decretos de condenação e morte e, alegres pelo fato dEle ter revertido a situação terrível do pecador (Efésios 2:1-7).
3. No futuro, olhamos para o dia em que nossa esperança está ancorada, aguardando o nosso Libertador Jesus Cristo vir nas nuvens com poder e glória para nos buscar a fim de levar para o Céu; então, Ele aniquilará todos os nossos inimigos (II Tessalonicenses 2:8).

APELO:
1. Alegre-se, na volta de Jesus todos os inimigos teus e dEle serão aniquilados.
2. Alegre-se, comemore a lembrança e o significado da cruz, o monumento deixado por Jesus.
3. Alegre-se, celebre a Ceia do Senhor com a certeza da libertação da morte oferecida pela morte de Jesus.
Pr. Heber Toth Armí

3 comentários:

  1. achei que o sermao comecou muito interessante e acabou derrepente, sem outras informacoes( porque nao celebramos o Purim? Qundo, hoje, eh celebrado? como os judeus celebram...) Gostaria de ler mais, vindo de vc, sobre o assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Anonimo,
      O objetivo de um sermão consiste em fazer uma ponte do texto bíblico ate a pessoa do seculo XXI e não em encher de informações históricas em que a pessoa pergunta: e dai? O que isso tem a ver comigo? Qual o significado disso para minha vida hoje? Exatamente por isso o sermão acima não responde as tuas perguntas.
      Nao precisa celebrar a festa do purim pois foi um dia étnico geográfico aos judeus, o texto de Ester e nem outras partes da Bíblia sugerem sua pratica para o mundo todo. Comemorar ou não fica a critério de cada pessoa, sem achar que quem faz ou quem deixa de fazer esteja errado. Esse dia ainda continua sendo celebrado para os judeus de diferentes formas, isso você encontra na internet.
      O importante de tudo e depender de Deus, saber que Deus age, intervem, auxilia, socorre e opera na vida daqueles que nEle confiam! Eis o motivo do Ester 9 ser inspirado pelo Espirito Santo!

      Excluir
  2. O nosso Purim, comemoramos todos os Dias que o Senhor nos concede o milagre de viver...

    ResponderExcluir

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana