sábado, 1 de dezembro de 2018

VOCÊ APROVEITA OU PERDE O TEMPO?


O esgotamento integral marca nossa sociedade em geral. Uns lutam para conseguir sustento, outros para satisfazer ambições e, outros, para cumprir exigências de uma sociedade materialista; por isso, estão exauridos emocional e fisicamente.

O ritmo frenético diário do indivíduo do século 21 é prejudicial à saúde física, mental e espiritual. Muitos estão sem tempo para celebrar, adorar, usufruir a presença do Criador, contemplar as obras divinas e para experimentar as bênçãos disponíveis, tais como saúde, família, natureza, etc.  

Muitos preferem tomar as rédeas da vida nas mãos, invés de entregar tudo nas mãos do Senhor. Consequentemente, perdem:

1. A saúde;
2. A família;
3. E o prazer de viver.

Alguém já disse que quem não tem tempo para Deus vive perdendo tempo. Certamente, aquele que vive numa correria, sem tempo para estar com Deus, anda vagueando perdendo precioso tempo.

Deus nos deu um tempo de vida com o objetivo de prepararmo-nos para a eternidade. Ser relapso quanto a essa oportunidade significa escolher a morte em lugar da vida. Ser negligente, ignorando a Deus o tempo todo, implica rejeitar o presente que Ele dá diariamente. No Salmo 92, indivíduos displicentes são comparados às ervas frágeis (verso 7); já aqueles diligentes investidores de tempo com Deus são comparados a árvores centenárias (versos 12-15).

O Salmo utiliza a botânica biológica para exemplificar a botânica espiritual:

·     Os que têm tempo para Deus foram transplantados no quintal divino, estão sempre em Sua presença restauradora, como árvores frondosas que enfrentam os ventos da vida, permanecendo inabaláveis. Pois, vivem em comunhão diária com o Criador extraindo dEle força, sustento, vigor e energia para enfrentar dificuldades no dia a dia. A velhice não é nociva à fertilidade espiritual deles, pois seu organismo pulsa com vigor espiritual nutrido pela seiva divina; isso explica porque não se aposentam do testemunho viçoso que alcança muitas pessoas para Jesus.

·     Já os indivíduos distantes de Deus, chamados de ímpios no Salmo, murcham, morrem e logo desaparecem como plantas tenras em terra seca.  

Enfim, quem tem tempo para Deus é visto no templo, o qual receberá tempo suficiente para viver eternamente na presença divina! Os que se revigoram no refrigério diário da presença do Criador prosseguem de força em força. Reflita! – Pr. Heber Toth Armí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana