quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

OS SEGREDOS DA IGREJA FORTE E ATUANTE


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Atos 1:12-14

1. A força da igreja não está no status, riquezas ou cultura de seus membros.
2. A igreja forte não é a que nasceu com brigas, ideias próprias ou com alguém visando lucro fácil.
3. A igreja poderosa e operosa é submissa às orientações de Cristo ainda que estas confrontem a lógica e a razão humana:

a) Se era importante a proclamação da ressurreição de Cristo, por que esperar dez dias para começar?
b) Se era necessária a pregação do evangelho ao mundo que morria desesperado perdido no pecado, por que ficar dez dias enclausurado em quatro paredes?
c) Se era urgente a missão de salvar pessoas das garras do diabo e trazê-las ao reino de Deus após Jesus vencer o mal, o pecado e a morte, por que não começá-la imediatamente após à ascensão de Cristo?
d) Se os discípulos já haviam recebido instruções de Jesus (tempo de um curso na faculdade), feito estágio sob a orientação do maior dos mestres, observado o exemplo do próprio Salvador, por que perder tempo (dez dias) em suposta inatividade?

Há três segredos revelados no texto em apreço em que pautam uma igreja forte e atuante:

I. MEMBROS DE IGREJA FORTE DÃO TOTAL ATENÇÃO ÀS ORIENTAÇÕES DE CRISTO – Atos 1:12

Jesus é específico em Suas orientações (Atos 1:4-5):

· O que fazer? Esperar!
· Onde esperar? Em Jerusalém!
· O que esperar? A promessa do Pai, o poder do Espírito Santo!

Os discípulos de Jesus não voltaram para casa após perderem de vista a Jesus que subiu ao Céu. Eles voltaram a Jerusalém, o lugar de seus fracassos, de suas vergonhas e decepções. Eles obedeceram e deixaram importantes lições aos modernos discípulos de Jesus:

1. Os discípulos que dão total atenção às orientações de Jesus acertam o primeiro passo para se tornarem uma igreja forte e atuante.
2. Os discípulos de Jesus tomam toda decisão pautada nas palavras do Mestre para viver experiências que de outra forma jamais alcançariam.
3. Os discípulos do dono da igreja esperam a promessa divina com atitude de submissão e obediência, assim começam os passos de uma igreja que nasce com poder.

II. MEMBROS DE IGREJAS FORTES SE UNEM PARA ACERTAR AS DIFERENÇAS – Atos 1:13

Além dos onze discípulos, outras pessoas foram ao Cenáculo esperar pela promessa (Atos 1:15), entretanto, a ênfase nos discípulos revela unidade depois de tantas adversidades. “Ao esperarem os discípulos pelo cumprimento da promessa, humilharam o coração em verdadeiro arrependimento e confessaram sua incredulidade [...]. Pondo de parte todas as divergências, todo o desejo de supremacia, uniram-se em íntima comunhão cristã [...]. Esses dias de preparo foram de profundo exame de coração...” (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 36-37).

1. Reunir-se no Cenáculo significa unir-se para acertar as diferenças, refletir juntos, promover a unidade e a comunhão.
2. Reunir-se no Cenáculo envolve estudo da vida de Jesus e da Bíblia (Atos 1:16-20; conf. Salmo 69 e 109), repensar fatos do Evangelho e assimilar juntos a missão dada por Cristo (Atos 1:5-8, 21-25).
3. Reunir-se no Cenáculo é um grande legado da primeira igreja cristã e outro segredo da igreja que nasce e cresce forte e atuante. 

III. MEMBROS DE IGREJAS FORTES PERSEVERAM NA ORAÇÃO FERVOROSA – Atos 1:14

Após reparar as diferenças, refletir na vida de Cristo, meditar na Palavra de Deus e esperar a promessa, os discípulos estavam prontos para orar com unanimidade, isto é, orar fervorosamente juntos – ter comunhão uns com os outros e com Deus.

1. Igrejas fortes e atuantes não vivem na ociosidade, mas na espera e oração pelo poder do Espírito Santo para entrar em ação para cumprir a missão com autoridade.
2. Igrejas fortes e atuantes não agem por impulso ou com agitação estressante, mas persevera unanimemente em oração até que o Espírito Santo a torne operante.
3. Igrejas fortes e atuantes não vivem fragmentadas, uns orando no templo enquanto outros permanecem nas casas; o grupo é coeso e harmonioso num só lugar esperando até que todos sejam revestidos de poder. Havia quatro grupos presentes no Cenáculo, porém todos unidos no mesmo ideal:

a) Apóstolos;
b) Maria, mãe de Jesus e outras mulheres piedosas;
c) Irmãos de Jesus;
d) E, outros seguidores fieis de Jesus (Atos 1:15).

CONCLUSÃO:

1. Quando um grupo de pessoas cristãs se dedica a orar intensa e fervorosamente promove o nascimento de uma igreja que logo em seu início será forte e atuante.
2. Quando um grupo de pessoas que aceitam o senhorio de Cristo ora baseado em Suas instruções e aguarda com expectativa o cumprimento de Suas promessas passa a ser uma igreja forte e atuante.
3. Quando um grupo de pessoas se reúne para obter comunhão com Deus e uns com os outros através da oração perseverante, o Espírito Santo atuará com poder para que o Evangelho alcance a milhares de pessoas, como se nota em todo o livro de Atos.

APELO:

1. Convide pessoas para se reunirem com propósito de estudarem a Bíblia e orarem pelo plano de Cristo para a vida de vocês.
2. Convoque tua igreja para se unir e orar perseverantemente até alcançar a unanimidade e, então, atuar com poder e autoridade proclamando ao mundo a mais pura verdade.
3. Comece um plano de reavivamento com poucas pessoas, orando e meditando na Bíblia, e viva o ideal de Deus para você, assim verás Deus acrescentando mais e mais pessoas a Sua igreja (Atos 2:47).

Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana