domingo, 1 de março de 2015

A OPINIÃO DE DEUS SOBRE O DIVÓRCIO. ACEITAS?


INTRODUÇÃO: Texto bíblico: Malaquias 2:10-16

1. Se os jovens soubessem e acreditassem na opinião de Deus sobre o divórcio, certamente pensariam bem mais, antes de se casarem.
2. Se os jovens atentassem para os pensamentos de Deus sobre casamento, certamente haveria menos divórcios no mundo.
3. Se os jovens solteiros dessem atenção ao parecer de Deus sobre casamento, divórcio e novo casamento, certamente seriam mais felizes, realizados e satisfeitos.

I. CASAR-SE COM GENTE PAGÃ É ABOMINÁVEL A DEUS – Malaquias 2:10-12

1. No Antigo Testamento, as famílias deveriam prezar pela pureza religiosa a fim de preparar-se para o nascimento do Messias. Ainda hoje cada bebê deveria ser cuidado e educado como filho de Deus.
2. Na atualidade, as famílias devem prezar pela pureza religiosa, pois numa casa onde o pai puxa de um lado e a mãe de outro, é uma casa dividia, onde os filhos vivem uma tensão, ouvindo ensinamentos contraditórios.
3. Casar-se com alguém que não ama nem serve ao Deus verdadeiro é arriscar a salvação própria e a dos filhos – Deus não quer isso!

II. CASAR-SE PARA SER DESLEAL É INTOLERÁVEL A DEUS – Malaquias 2:13-15

1. Ser desleal ao cônjuge é também ser desleal ao próprio Deus que criou o casamento e abençoou os noivos no dia da cerimônia.
2. Ser desleal é trair a confiança, é desprezar o compromisso, é desvalorizar uma vida que Deus ama; por isso Deus não tolera a deslealdade.
3. A deslealdade para com nossos semelhantes resulta de nossa deslealdade com nosso Criador.

III. CASAR-SE E DEPOIS DIVORCIAR-SE É REPUGNÁVEL A DEUS – Malaquias 2:16

1. O divórcio é inaceitável a Deus porque é uma quebra de promessas diante do altar em Sua presença.
2. O divórcio é odiado por Deus porque é contrário a Seus planos. Deus nunca inventou nem idealizou o divórcio. É uma consequência do pecado.
3. O divórcio fere mais que tapas e socos no rosto, rasga o coração e provoca feridas na alma que sangrarão a vida inteira. Quanto mais você estudar sobre as consequências do divórcio, certamente mais você concordará com Deus.

CONCLUSÃO:

1. Deus quer casamentos e famílias que vivam em harmonia, o que é possível mediante a busca comum de cada membro da mesma; a qual já começa na escolha do(a) namorado(a) da mesma fé.
2. Deus quer lealdade/fidelidade no casamento, o que é possível mediante um relacionamento mútuo de ambos com Deus desde o primeiro planejamento sobre relacionamento.
3. Deus quer casamentos duradouros, aliás, eternos; o que é possível mediante compromisso sério com Suas santas e infalíveis orientações.

APELO:

1. Antes de casar-se, considere o que Deus diz e atente às Suas orientações em Sua Palavra.
2. Antes de divorciar-se, preste atenção nos sentimentos de Deus e em Sua revelação sobre o divórcio.
3. Antes de pensar no divórcio, viva o casamento conforme os planos de Deus e seja feliz, muito feliz.
Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana