sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

AS 10 DIRETRIZES DA MISSÃO QUE ATRAI GRANDES BÊNÇÃOS


INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Malaquias 2:1-9

1. Seguir qualquer religião sem objetivos claros significa ser religioso sem noção de nada.
2. Seguir a verdadeira religião sem objetivos definidos é o mesmo que andar em círculos.
3. Seguir a verdadeira religião implica seguir diretrizes claras apontadas pelo Deus da Igreja.

(Antes de extrairmos os princípios das palavras proféticas reveladas por Deus a Malaquias, devemos colocar as lentes cristãs aplicando conceitos do Novo Testamento. Leia Apocalipse 1:5-6 e I Pedro 2:9-10 e veja os sacerdotes desse texto como cristãos do corpo de Cristo). 

I. É NECESSÁRIO DAR OUVIDOS ÀS ORIENTAÇÕES DO SENHOR DA IGREJA – Malaquias 2:1-2

1. “Agora, ó sacerdotes, para vós outros é este mandamento. Se não ouvirdes... enviarei sobre vós maldição...”
2. Agora é o momento de atentarmos para o que Deus quer nos dizer. Não ignore, nem adie: Ouça com atenção cada orientação de Deus!

II. DETERMINAR NO CORAÇÃO HONRAR AO SENHOR DOS EXÉRCITOS – Malaquias 2:2

1. “... se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos... amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no vosso coração”.
2. Se não servirmos ao Senhor com determinação até nossas bênçãos serão maldições para nós. Por que as bênçãos seriam bênçãos sem a presença do abençoador?

III. ACEITAR QUE IGNORAR A GRAÇA DE DEUS É A CAUSA DE GRANDES DESGRAÇAS – Malaquias 2:3-4

1. “Eis que vos reprovarei a descendência, atirarei excremento ao vosso rosto... e para juntos deste sereis levados. Então sabereis que eu vos enviei este mandamento, para que minha aliança continue...”.
2. Eis que Deus está determinado a deixar cada um receber as desgraças aos que dão preferências aos pecados, em vez de honrá-lO de todo coração. Assim, Deus espera reconciliação a fim de oferecer restauração.

IV. LEMBRAR A ALIANÇA QUE POR AMOR DEUS FEZ CONOSCO ATRAVÉS DE JESUS – Malaquias 2:5

1. “Minha aliança com ele...”
2. “Minha aliança” remete à aliança eterna que Deus fez com o mundo através da morte de Jesus na cruz do Calvário. Seu amor deve nos motivar a honrar esse compromisso sendo fiel ao nosso Salvador.

V. PERCEBER QUE RECEBEMOS VIDA E PAZ PARA APRENDERMOS A TEMER E TREMER DIANTE DO SANTO NOME DO SENHOR – Malaquias 2:5

1. “Aliança... de vida e paz; ambas lhe dei eu para que me temesse; com efeito, ele temeu e tremeu por causa do meu nome”.
2. A aliança de vida e paz honrada pelos levitas no começo é o modelo de resposta que devemos dar Àquele que nos deu recursos para conhecê-lO.

VI. TER NOS LÁBIOS A VERDADEIRA INSTRUÇÃO E JUSTIÇA PARA ENSINAR AOS NÃO CRISTÃOS – Malaquias 2:6

1. “A verdadeira instrução esteve na sua boca, e a injustiça não se achou em sua boca...”
2. A verdadeira instrução e as palavras de justiça revela a mudança de coração de alguém que experimentou realmente a conversão. O exemplo dos primeiros levitas serve de motivação para os sacerdotes modernos.

VII. ANDAR EM HARMONIA COM DEUS E EM RETIDÃO CONTINUAMENTE – Malaquias 2:6

1. “... andou comigo em paz e em retidão...”
2. Andar com Deus refere-se à reconciliação após uma vida de rebeldia e ingratidão. A paz resulta de uma vida em harmonia com a vontade de Deus.

VIII. USAR TODA INFLUÊNCIA PARA AFASTAR PECADORES DO PECADO – Malaquias 2:6

1. “... da iniquidade apartou a muitos”.
2. Da iniquidade foi resgatado todo aquele que aceita a verdade e torna-se influência poderosa para afastar iníquos das atividades que desagradam a Deus. Quem tem compromisso com Deus anseia conduzir outros a essa mesma experiência.

IX. OBTER CONHECIMENTO A FIM DE AUXILIAR OS DESPROVIDOS DE SALVAÇÃO – Malaquias 2:7

1. “Porque os lábios dos sacerdotes devem guardar o conhecimento, e da boca devem os homens procurar a instrução...”.
2. Porque o pecador foi restaurado, seus lábios já não são usados para promover ou propagar o pecado; mas, para transmitir o conhecimento da verdade aos desprovidos de instrução do Senhor.

X. SER SERVO E MENSAGEIRO DO SENHOR, NÃO ESCRAVO DO PECADO E DOS PRAZERES MUNDANOS – Malaquias 2:7-9

1. “... ele [o sacerdote/cristão] é o mensageiro do Senhor dos Exércitos. Mas vós vos tendes desviado do caminho e, por vossa instrução, tendes feito tropeçar a muitos; violaste a aliança de Levi, diz o Senhor dos Exércitos... visto que não guardastes os meus caminhos e vos mostrastes parciais no aplicardes a lei”.
2. Os que são cristãos são mensageiros do Senhor, caso sirvam e honrem às Suas instruções em todos os lugares; porém, se utilizarem-se do título “cristão” e servir ao pecado (ou melhor, ao diabo), certamente, em vez de conduzir pessoas ao Céu, conduzirão ao inferno – Isso deixa a Deus muito indignado!

CONCLUSÃO:

1. O cristão verdadeiro não é ocioso, ele age em prol de seu Deus amoroso para honrá-lO porque dEle vem bênçãos.
2. O cristão verdadeiro é conhecido por suas características profundamente bíblicas, não conforme acha que deve ser.
3. O cristão verdadeiro adora a Deus e conduz muitas pessoas do pecado para a bênção da presença de Deus.

APELO:

1. Avalie tua espiritualidade e religiosidade com base nestas verdades estudadas.
2. Avalie-se, depois coloque em dia tua vida a fim de que estejas em harmonia com a Bíblia.
3. Avalie-se e viva para honrar a Deus e receber Suas mais preciosas bênçãos!

Pr. Heber Toth Armí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana