sexta-feira, 27 de julho de 2012

A DIFERENÇA QUE FAZ TER UM GRANDE SUMO SACERDOTE


INTRODUÇÃO: Texto bíblico do sermão: Hebreus 4:14-16
1. Não houve tentação das mais intensas que Jesus não tenha enfrentado; por isso, não existem circunstâncias por pior que sejam que Ele não possa nos socorrer.
2. Não houve tentação por mais intensa que fez com que Jesus cedesse; por isso, Ele pode livrar-te de qualquer tentação por mais que pareça mais forte que você.
3. Não houve tentação fraca para Jesus, Ele passou por tudo o que passamos e mais um pouco; assim, com Ele você também pode vencer, tornando-se um vitorioso.

I. JESUS ADENTROU NOS CÉUS A PARTIR DE NOSSO MUNDO DE PECADO – Hebreus 4:14
1. Jesus atravessou o céu atmosférico (o que vemos daqui), ultrapassou o céu sideral (lugar onde estão os planetas, as galáxias, etc.) e, entrou no Céu, onde Deus habita.
2. Jesus não se deparou com nenhum empecilho ao entrar nos Céus porque Ele foi tentado em tudo, mas permaneceu sem pecado.
3. Jesus venceu a tentação, o pecado, Satanás e a morte aqui na terra para tornar-se Sumo Sacerdote no Céu com autoridade para interceder e lutar por nós.

II. JESUS, O FILHO DE DEUS, PROVOU E VENCEU AS DURAS PROVAS QUE OS CRISTÃOS ENFRENTAM – Hebreus 4:15
1. Somos tentados em algumas coisas e caímos em muitos pecados; por outro lado, Jesus foi tentado em todas as coisas, mas não vacilou em nada.
2. Somos informados que em Jesus a Divindade se aproximou tanto da humanidade a ponto de provar os mesmos desafios que enfrentamos neste mundo de injustiças e maldades, mas não cedeu ao pecado.
3. Somos confortados em saber que temos um Sumo Sacerdote que compreende a fundo nossa fraqueza e nossa dor, e, venceu para nos dar a vitória.

III. JESUS CRISTO TORNOU-SE O GRANDE SUMO SACERDOTE DOS CRISTÃOS – Hebreus 4:15-16
1. Nosso Sumo Sacerdote é grande em compaixão por nós que somos fracos e sofredores; e, nos socorre em tempo oportuno.
2. Nosso Sumo Sacerdote é grande em Sua obra na Terra e no Céu: na Terra, por Seu extraordinário sacrifício por nós; no Céu, por Sua magnífica intercessão por nós.
3. Nosso Sumo Sacerdote é grande por abrir o caminho para que pudéssemos ter livre acesso ao sagrado e santo trono de graça e misericórdia, onde está Deus.

CONCLUSÃO:
1. Quem tem Jesus Cristo como seu grande Sumo Sacerdote tem a máxima liberdade de acesso ao trono de Deus, no qual está a fonte da misericórdia e da graça em que o cristão pode abastecer-se diariamente.
2. Quem tem Jesus Cristo como seu grande Sumo Sacerdote encontra recursos diários para enfrentar as vicissitudes da vida neste mundo de provações.
3. Quem tem Jesus Cristo como seu grande Sumo sacerdote encontra, junto ao trono de Deus, suficiente graça e misericórdia para agir com confiança rumo à vitória sobre o pecado.

APELO: O apelo deste sermão é extraído do próprio texto bíblico:
1. Por Jesus ser nosso Sumo Sacerdote conserve com firmeza a tua convicção confessando publicamente a fé mesmo em face das mais duras tentações.
2. Por Jesus ser nosso Sumo Sacerdote achegue-se com confiança ao trono da graça para recebermos graça, misericórdia e socorro em tempo oportuno.

Pr. Heber Toth Armí

terça-feira, 10 de julho de 2012

PREGA A PALAVRA: O ESPÍRITO SANTO APELA AOS CRENTES


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: II Timóteo 4:1-4
1. É melhor ser dividido pela pregação da verdade do que unido no ecumenismo pela operação da mentira.
2. É melhor pregar a verdade que machuca e depois cura, do que palavras agradáveis que confortam, mas depois matam.
3. É melhor anunciar a verdade bíblica de forma nua e crua do que agradáveis filosofias (fábulas) que desviam da verdade (Tito 1:13-14).

I. A VERDADE INCOMODA ÀQUELES QUE VIVEM O CONFORTO DAS DOUTRINAS ERRADAS – II Timóteo 4:2-3
1. Ainda que muitos sejam incomodados pela pregação da pura Palavra da Verdade, o cristão deve instar a todos a tempo e fora de tempo.
2. Embora os incomodados possam odiar o proclamador da verdade, é melhor ser odiado por anunciar a verdade do que apreciado por apregoar doutrinas adulteradas.
3. Mesmo que muitos já não suportem a sã doutrina, a ordem de Deus é “admoesta, repreende e exorta, com toda a longanimidade e ensino”.

II. A VERDADE É RECUSADA POR AQUELES QUE DESEJAM SEGUIR SUAS PRÓPRIAS COBIÇAS – II Timóteo 4:1, 3-4
1. Ainda que muitos recusem a dar ouvidos à verdade, ela deve ser proclamada a alto e bom som por todos os verdadeiros cristãos.
2. Embora os que recusam dar ouvidos à verdade por desejarem ouvir palavras que afagam o orgulhoso, egoísta e corrupto coração, o Espírito Santo estimula: “Conjuro-te, pois, diante de Deus e de Cristo... prega a Palavra”.
3. Mesmo que muitos que te ouça recusem à verdade e voltem às fábulas, é melhor ficar sozinho por causa da verdade do que acolhido na multidão por causa da mentira.

III. A VERDADE PRECISA SER ANUNCIADA MESMO EM FACE À OPOSIÇÃO – II Timóteo 4:5
1. Ainda que ao pregar a pura verdade bíblica sofras aflições da parte da oposição, jamais deves te calar.
2. Embora o verdadeiro evangelho seja odiado e o falso apreciado, você deve fazer a obra de evangelista.
3. Mesmo que tenhas grandes desafios para proferir a verdade àqueles que preferem a mentira, Deus te ordena a cumprir bem o teu ministério.

CONCLUSÃO:
1. Chegou o tempo em que as pessoas preferem os mestres que falam o que as pessoas querem ouvir e não o que devem ouvir: Ainda que as pessoas queiram ouvir aquilo que dá coceira nos ouvidos (prazer), a verdade que fere o orgulho, a arrogância e as crendices populares deve ser proclamada.
2. Chegou o tempo em que a sã doutrina é rejeitada para dar lugar à ambição, egoísmo e materialismo: Embora as pessoas deixem o conforto de seu lar para ir à igreja em busca de palavras que as lisonjeiam, a Palavra que admoesta, exorta e repreende deve ser exaltada e anunciada.
3. Chegou o tempo em que a mentira e a falsidade estão em alta: Mesmo que não sejas popular, apreciado e aclamado pelos teus sermões baseados na Palavra, não os abandone por mensagens de autoajuda, recortes de jornal, artigos de revistas, etc., ainda que estas sejam mais atraentes, eletrizantes e emocionantes.

APELO:
1. Deus chama todos os cristãos à responsabilidade: “Prega a Palavra”.
2. Deus insiste com todos os seus servos: “insta a tempo e fora de tempo”.
3. Deus suplica a todos os Seus mensageiros: “admoesta, repreende e exorta, com toda longanimidade e ensino”.

Pr. Heber Toth Armí

sexta-feira, 6 de julho de 2012

OS DESTITUÍDOS DA GLÓRIA DE DEUS PODEM SER RESTITUÍDOS


INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Romanos 3:23-24
1. A gravidade da situação humana – “Todos pecaram”
2. A universalidade de desgraça humana – “Todos pecaram”
3. A realidade da situação humana – “Todos... estão destituídos da glória de Deus”.
O texto que estamos analisando revela que os destituídos da glória de Deus podem ser justificados, redimidos e restituídos.

I.  TODOS OS QUE CREEM EM JESUS SÃO JUSTIFICADOS – Romanos 3:24
1. Justificar é um termo jurídico.
2. Justificar significa declarar alguém justo legalmente.
3. Justificar significa que os que creem em Jesus são vistos por Deus como se fossem como Jesus.

II. TODOS OS QUE CREEM SÃO JUSTIFICADOS GRATUITAMENTE PELA GRAÇA DE DEUS – Romanos 3:24
1. Graça indica favor gratuito para quem não tem condições de retribuir.
2. Graça significa oferecer algo muito importante para alguém que não faz nada para merecer.
3. Graça é o que Deus oferece gratuitamente quando o pecador aceita o sacrifício de Cristo.

III. TODOS OS QUE ERAM DESTITUÍDOS DA GLÓRIA DE DEUS SÃO RESTITUÍDOS PELA REDENÇÃO – Romanos 3:23-24
1. Deus só pode declarar justo alguém somente resolvendo o problema da culpa.
2. Deus só pode declarar justo àquele que se coloca diante de Cristo reconhecendo Sua condição e necessidade de um Salvador.
3. Deus redime pecadores pela redenção que há no preço pago por Jesus ao dar ao mundo Sua preciosa vida sem pecado.

CONCLUSÃO:
1. A morte de Cristo na cruz paga o terrível preço do pecado humano.
2. A morte de Cristo na cruz restitui ao ser humano o que o pecado tirou.
3. A morte de Cristo na cruz restaura a imagem de Deus naquele que crer.

APELO:
1. Corra para Deus e peça que Ele te declare justo.
2. Caia aos pés de Jesus e aceite a Sua graça que é gratuita.
3. Vá até Deus e obtenha de volta o que o pecado te tirou.


Pr. Heber Toth Armí

SEM EXCEÇÃO, TODOS ESTÃO DESTITUÍDOS DA GLÓRIA DE DEUS


INTRODUÇÃO: Referência Bíblica: Romanos 3:23-24
1. Milhões de pessoas estão desesperadas buscando significado para a vida e só encontram dores, decepções e mortes.
2. Milhões de pessoas gastam tempo e dinheiro em busca de vida, porém quando se dão conta estão diante da morte.
3. Milhões de pessoas vão à sepultura sem saber o porquê de não acharem sentido para a vida. Acompanhe o que a Bíblia revela sobre isso:

I. O TEXTO BÍBLICO APONTA PARA A UNIVERSALIDADE DO PECADO: “TODOS PECARAM” – Romanos 3:23
1. Todos pecaram e estão separados de Deus, o autor da vida, paz, alegria e felicidade.
a) Dinheiro, sexo e poder não libertam o ser humano das desgraças do pecado.
b) Status, educação e diplomas não resolvem a situação caótica em que o pecador se encontra.
2. Todos são pecadores, ninguém tem vantagem sobre ninguém.
3. Todos são culpados e condenados, ninguém é inocente.

II. O TEXTO INSPIRADO APRESENTA A INCAPACIDADE HUMANA DE LIBERTAR-SE: “DESTITUÍDO DA GLÓRIA DE DEUS” – Romanos 3:23
1. Todos os habitantes da terra estão destituídos de duas coisas:
a)  Santidade, por isso a história humana é de imoralidade, crueldade e perversidade.
b)  Justiça, por isso as atitudes humanas são injustas, desonestas e incoerentes.
2. Todo ser humano é incapaz de refletir a glória divina como refletia Adão e Eva antes do pecado.
3. Todo ser humano está mais apto a glorificar a si mesmo e suas obras do que glorificar ao Deus Criador e mantenedor da vida.

III. O TEXTO REVELA A GRATUÍTA GRAÇA DE DEUS QUE DÁ SENTIDO À VIDA – Romanos 3:24
1. Impossibilitado de praticar a justiça, Deus justifica gratuitamente pela graça o pecador por meio de Seu Filho Jesus Cristo.
a) Como nenhum ser humano consegue satisfazer as demandas da justiça divina, Jesus tomou o lugar do ser humano.
b) Todo pecador sem esta revelação está condenado à morte, sem esperança, sem nenhuma solução. Porém, há esperança só em Jesus!
2. Impossibilitado de libertar-se, o pecador precisa de Jesus. Ele pagou o preço do pecado e pode retirar a culpa oferecendo graça o perdão ao pecador arrependido.
3. Impossibilitado de salvar-se, o pecador pode experimentar a redenção (Salvação) que há somente em Cristo Jesus.

CONCLUSÃO:
1. Somente quem reconhece seu estado pecaminoso e deplorável percebe a necessidade de aceitar a graça de Deus.
2. Somente quem aceita que está destituído da glória de Deus permite ser justificado pelo Deus de toda a glória.
3. Somente quem permite se encontrar nesse texto revelado por Deus aceita a redenção oferecida por Cristo.
a) Deus quer libertar você de você mesmo.
b) Deus quer libertar você das cadeias do pecado.

APELO:
1. Aceite que você é um miserável pecador carente da glória de Deus.
2. Aceite que você precisa de Jesus para ser justificado (perdoado) de teus pecados.
3. Aceite a redenção que há em Cristo Jesus, pois Ele te oferece gratuitamente por Sua graça.
Pr. Heber Toth Armí

quinta-feira, 5 de julho de 2012

OS MAIS COMUNS INDICADORES DE CAMINHO SÃO FALSOS


INTRODUÇÃO: Texto bíblico principal: Provérbios 14:12-13
1. É comum as pessoas dependerem de seus sentimentos para tomar decisões.
2. É comum as pessoas dependerem de sua percepção para tomar decisões.
3. É comum as pessoas dependerem do gosto pessoal para tomar decisões.
Consequentemente, há muitas pessoas com a vida arruinada; então, convido você a prestar atenção na revelação sobrenatural exposta na Bíblia, no livro do sábio Salomão (Provérbios 14:12-13).

I. VOCÊ PODE ACHAR QUE ESTÁ NO CAMINHO CERTO TRILHANDO O CAMINHO ERRADO – Provérbios 14:12-13
1. Tomar decisões bem intencionadas não equivalem a trilhar o caminho certo; é por isso que criaram o ditado “De boas intenções o inferno está cheio”.
2. Tomar o rumo que parece menos doloroso, de menor sacrifício nem sempre trará real felicidade; porque “nem tudo o que reluz é ouro”.
3. Tomar decisão de participar de uma boa religião parece bom e satisfatório, mas no fim haverá decepção, pois nenhuma religião, por mais atraente que seja, levará alguém para o Céu.
a) Biblicamente, em nenhum contexto o erro é mais trágico do que no contexto religioso.
b) Biblicamente, o caminho em questão, em última análise, se refere à escolha entre a salvação e a condenação eterna.
c) Biblicamente, o prazer buscado pelos seres humanos redunda em baderna, problemas e por fim, em morte.

II. VOCÊ PODE ESCOLHER O QUE TE PARECE MAIS CONVENIENTE, MAS NO FIM TE LEVARÁ À MORTE – Provérbios 14:12-13
1. Ao escolher o que te convém pode te dar alegria momentânea, mas depois sofrerás as consequências de ter vivido o que pensavas que daria certo:
a) Quantos jovens ignoram que uma noite de prazer é verdadeira ilusão para a felicidade.
b) Quantos casados ignoram que ter um caso extraconjugal arruína toda a vida.
c) Quantos viciados ignoram que os vícios são os mais destrutivos meios de prazer.
2. Ao escolher o que te convém te fará ocultar tuas dores do coração atrás de sorrisos falsos e risadas forçadas.
3. Ao fazer escolhas na vida deves saber que errar não é – como diz o ditado – humano; mas, em última análise – como enfatiza a Bíblia – leva à morte!

III. VOCÊ NÃO DEVE ESCOLHER O QUE DESEJA PARA SUA VIDA SEM CONSIDERAR OS ENSINAMENTOS BÍBLICOS ­– Provérbios 14:12-13
1. O caminho que parece certo aos olhos humanos pode, na realidade, ser contrário aos sábios ensinamentos da Palavra de Deus.
a) O que parece certo, nem sempre é certo.
b) O que parece bom, nem sempre é bom.
c) O que parece verdadeiro, nem sempre é.
2. O caminho que parece conveniente à experiência humana pode, no fim das contas, trazer amargas tristezas, frustrações e terrível destruição da alegria e da vida. Sem a revelação sobrenatural de Deus exposta na Bíblia o ser humano é traído pelos sentimentos, desejos e ambições.
3. Os caminhos que parecem direitos, retos e justos são muitos e conduzem à desgraça, dor e morte; mas o caminho que é verdadeiro e conduz à vida é um só: Jesus (João 14:6).

CONCLUSÃO:
1. Há vários caminhos falsos à disposição das pessoas: Há muitas rotas que levam a rumos indesejados que parecem belos, atraentes e maravilhosos, ... mas as aparências enganam!
2. Há muitos caminhos falsos que parecem trazer alegria: Tem muitas direções que ao serem seguidas por parecerem retas e direitas desembocam num mar de ilusões. Não é seguro seguir o que parece seguro!
3. Há muitos caminhos religiosos que são enganos sedutores: Dizem que todos os caminhos levam a Deus e que todas as religiões são boas; entretanto, deves considerar que há caminhos que ao homem parece direito, mas o fim deles conduz à morte.

APELO:
1. Não confie em teus sentimentos e percepções, eles não são confiáveis.
2. Não confie em tua experiência e sabedoria, elas iludem.
3. Não confie em nada e em ninguém a não ser em Jesus e Sua Santa Palavra.

Pr. Heber Toth Armí

segunda-feira, 2 de julho de 2012

PENSE: QUEM É JESUS PARA VOCÊ?


Compartilho com você, meu caro leitor, essa reflexão sobre a singularidade de Jesus!
Ø Na área de biologia, Jesus nasceu sem a concepção normal;
Ø Em química, Jesus transformou a água em vinho;
Ø Em física, Ele contrariou inexplicavelmente a lei da gravidade andando sobre as águas;
Ø Em economia, Jesus refutou a lei da diminuição ao alimentar 5000 homens – sem contar as mulheres e as crianças, com cinco pães e dois peixes.
Ø Em medicina, Jesus curou aleijados, cegos, surdos e vários enfermos sem administrar nenhuma dose de droga ou medicamente químico;
Ø Em matéria de História, Ele é o princípio e o fim;
Ø Na questão política, Jesus é Príncipe da paz e Rei dos reis e Senhor dos senhores.
Ø No quesito religião, disse que é o único caminho de acesso ao Pai (Deus).

Ø Jesus viveu menos da metade que a média das pessoas da atualidade, mas Ele é o maior ser que viveu nesta Terra, o maior homem da História.
Ø Ele não tinha servos, e, no entanto, Ele é chamado de Senhor;
Ø Ele não obteve nenhum grau de estudo em nenhuma faculdade; porém, até hoje O chamam de Mestre.
Ø Jesus não tinha consultório nem dava medicamentos, mas foi chamado de médico.
Ø Ele não tinha armas e nem exército, mas os reis O temeram;
Ø Ele nunca guerreou em uma batalha militar, porém, conquistou o mundo;
Ø Ele nunca cometeu nenhum erro, nenhum delito, no entanto, foi condenado à cruz.
Ø Depois de morto, Jesus foi enterrado numa tumba, mas Ele não ficou lá, Ele está vivo. Ele ressuscitou!
Ø Ele é único! Não há ninguém igual a Ele!

Convido você, agora, a pensar:
1.   Quem é Jesus? Quem é Jesus para você?
2.  Você conhece a Jesus? Quanto você sabe sobre Ele?
3.  Qual a razão de Jesus ter nascido? Já pensou nisso?
4.  Como você conheceu sobre Jesus? Que diferença isso faz em tua vida?
5.  Quem é Jesus, este ser tão singular? O que você fará de Jesus?
6.  Por que não te entregas agora mesmo a Jesus? Ele morreu por você!

Pr. Heber Toth Armí

Postagens mais acessadas nesta semana