sexta-feira, 16 de setembro de 2011

COMO SER BEM SUCEDIDO EM SUAS PREGAÇÕES


Resultados extraordinários, fama, status e poder são os propósitos daqueles que desejam ser grandes pregadores modernos. Se esses forem seus propósitos e não a conversão dos ouvintes, apresento-lhe a seguir dez passos práticos que lhe darão resultados extraordinários:

1. Preocupe-se em preparar sermões cujo maior objetivo esteja na promoção de sua própria popularidade e não a santidade dos ouvintes.
2. Preocupe-se em apresentar uma pregação que esteja centrada em massagear o ego mais do que em convencer de pecado a seus ouvintes, isso fere o ego.
3. Preocupe-se com sua reputação como sendo um bom pregador atraente a fim de que todos prestem mais atenção em você do que na mensagem.
4. Preocupe-se em falar com um estilo florido, enfeitado e exagerado levando os ouvintes a expor suas lágrimas não pelos pecados praticados, mas pelas histórias bem contadas.
5. Preocupe-se em ser superficial na apresentação da mensagem bíblica a fim de que suas pregações não contenham verdades suficientes para convencer pecadores de que precisam mudar de vida para que destino delas não seja o inferno.
6. Preocupe-se apenas com partes da Bíblia; pregue apenas sobre o amor de Deus sem falar sobre Sua ira, Sua justiça e Sua santidade; tais características afastam as pessoas.
7. Preocupe-se em não apresentar doutrinas, principalmente a do pecado e do inferno porque já estão bem claras na Bíblia; pregue aquilo que não ofende ou deixe as pessoas preocupadas.
8. Preocupe-se em apresentar mensagens light, fast-food, recortes de revista e de jornal, livros de auto-ajuda, histórias sensacionais, reflexões de internet, etc.; pois as pessoas não querem nutrir-se espiritualmente, apenas satisfação de seus interesses egoístas.
9. Preocupe-se mais com mensagens inspiradoras e arrebatadoras que promovam poder para ter sucesso material e não espiritual, poder para vencer as dívidas e não para vencer o mal.
10. Preocupe-se mais em apresentar um Jesus psicólogo, curandeiro, milagreiro, banqueiro do que um Senhor Jesus salvador, perdoador e libertador.

Seguindo esses passos você será um pregador de sucesso, não será perseguido por ninguém; as pessoas o exaltarão, se encherão de orgulho de você. Você não terá desafios como o apóstolo Paulo, nem correrá risco de perder a cabeça como João Batista e nem levará as pessoas à conversão do pecado a fim de que entrem no Céu. A mensagem de Jesus para estes no dia do juízo está em Mateus 7:21-23: “Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino dos Céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos [pregadores] me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônio e não realizamos muitos milagres?’ Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal” (NVI – Nova Versão Internacional).

·  As igrejas que professam ser evangélicas precisam de pessoas como o apóstolo Pedro, que não prega para entreter o pecador, mas contra o pecado de cada pecador (Atos 2).
·  As igrejas que professam ser cristãs devem pregar como Estevão, chamar o pecado pelo nome e as pessoas ao arrependimento, mesmo em face da morte (Atos 7).
·  As igrejas que professam seguir a Bíblia devem chamar pessoas à responsabilidade como fez João Batista sem medo de ofender as autoridades (Lucas 3:1-20).

Os pregadores modernos precisam urgentemente tomar a Bíblia na mão e apresentar a graça que santifica vidas; convidar o pecador a confessar e abandonar seus pecados e suplicar aos ouvintes que abandonem uma fé sem obras (Tiago 2:26). Esse estilo de sermão esvazia o inferno e povoa o Céu.

Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê seu parecer respeitando a ética cristã. Sua opinião será bem-vinda:

Postagens mais acessadas nesta semana